domingo, 30 de novembro de 2008

Resenha: Marley & Eu - A vida e o amor ao lado do pior cão do mundo {Livro}


Autor:John Grogan  
Gênero: Biografia

Ano De Lançamento: 2006  
Nº de páginas: 272
Editora: Prestígio

Sinopse: John e Jenny eram jovens, apaixonados e estavam começando a sua vida juntos, sem grandes preocupações, até ao momento em que levaram para casa Marley, "um bola de pêlo amarelo em forma de cachorro", que, rapidamente, se transformou num labrador enorme e encorpado de 43 quilos.

Era um cão como não havia outro nas redondezas: arrombava portas, esgadanhava paredes, babava nas visitas, comia roupa do varal alheio e abocanhava tudo a que pudesse. De nada lhe valeram os tranqüilizantes receitados pelo veterinário, nem a "escola de boas maneiras", de onde, aliás, foi expulso. Mas, acima de tudo, Marley tinha um coração puro e a sua lealdade era incondicional. Imperdível.

Minha Opinião: John e Jenny se casam. Eles eram jovens demais.
Jenny queria ter um filho, futuramente. Mas ela não sabia como lidar com o bebê, pois ela já matou uma planta afogando-a em água. Então ela e o marido adotaram um cão, para testar suas habilidades maternas.
Foram em uma fazenda, cheia de filhotinhos labradores. Eram lindos e fofos, mas o que mais os atraiu foi Marley - cujo deram-o esse nome mais tarde.
Para escolher o nome Marley, houve uma pequena briga entre o casal. Até que a música de Bob Marley toca e eles escolhem.
Com o tempo, Marley foi crescendo, até chegar aos 44 kg. E ele era brincalhão, do tipo de cachorro que nunca se cansa. Ele estragava portas, roubava roupas do varal e comia tudo que via na frente.
John então resolveu levar seu cachorro á uma escola de adestramento. Incrivelmente, Marley conseguiu subestimar a adestradora rígida, e ser expulso da escola.
O cachorro também tinha um coração de ouro. Quando Jenny estava triste, ele ficava perto dela como se soubesse o que ela estava passando.

John Grogan têm experiência na carreira de escritor, como colunista em um jornal da pensilvânea. A história de Marley é realmente linda e triste. Já vou avisando que, todo mudo chora no filme e então chorará no livro. A maior parte da história, há muito sobre cachorro, então não é indicado para quem não curte este animal! 
PS: Lindo demais! Cachorros são animais abençoados, verdadeiros amigos mesmo. Dúvido quem não chore lendo esse livro, é incrível como um animal irracional seja capaz de trazer tantos beneficios e alegrias a quem os cerca.

Esse trecho do livro explica tudo:

""Para um cão,você não precisa de carrões,de grandes casas ou roupas de marca. Símbolos de status não significavam nada para ele. Um graveto já está ótimo. Um cachorro não se importa se você é rico ou pobre, inteligente ou idiota, esperto ou burro. Um cão não julga os outros por sua cor, credo ou classe, mas por quem são por dentro. Dê seu coração a ele, e ele lhe dara o dele. É realmente muito simples, mas, mesmo assim, nós humanos, tão mais sábios e sofisticados, sempre tivemos problemas para descobrir o que realmente importa ou não. De quantas pessoas você pode falar isso? Quantas pessoas fazem você se sentir raro, puro e especial? Quantas pessoas fazem você se sentir extraordinário?""

Coisas que só quem tem um amigo de quatro patas e cheio de pêlos entenderam ;D
Esse livro é muito famoso. Pelomenos o filme é.

A maioria das pessoas não querem ler o livro porque é triste. Eu realmente não ligo de ler um livro triste, pelo contrário, acho ótimo livros que mexem com você.

Se você é apaixonado pelo filme Marley e Eu, não pode deixar de ler o livro. Aposto que, com apenas o filme, você não sabia que Marley já foi escolhido para o elenco de um filme, chamado "A Última Jornada". O filme retratou bem o livro, mas a adaptação do cinema não tem muito da vida de Marley que vale à pena ter conhecimento.
 
AVALIAÇÃO
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.