terça-feira, 1 de março de 2011

Crítica sobre: A Hospedeira {Livro}

“– É apenas o corpo – repeti.
– Isso não é verdade de modo algum – discordou ele. – Não é o rosto, mas as expressões nele. Não é a voz, mas o que você diz. Não é sua aparência neste corpo, mas as coisas que faz dentro dele. Você é bonita.”


Hoje é o dia de falar sobre o Livro "A Hospedeira" espero que gostem foi feito com muito carinho pensando em agradar vocês e como sempre poder falar de um assunto do qual eu gosto!

Eu não me lembro de ter lido tantos livros de ficção cientifica na minha vida, na verdade, conheço e li poucos livros desse gênero. No entanto, quando eu vi esse livro decidi dar uma chance e ver como seria minha reação, porém, antes dele eu li “Anjos e Demônios” que era um romance mas sem a ficção e sim um romance policial.

Bem, falando desse livro, é bem interessante de começo meio chatinho mas depois da introdução mastigante o livro se torna perfeito, Perdi a conta de quantas vezes eu chorei lendo o livro, e eu que pensava que o livro era chato fiquei completamente apaixonada por ele, pelos personagens, pelo desenrolar de toda a história.

Não esqueçam que A Hospedeira vai virar filme, então bora ler o livro antes do filme pessoal, pois tenho certeza de que não se arrependeram.

Qual minha nota para o livro:


Autor: Stephenie Meyer
Páginas: 560
Editora: Intrínseca 

Sinopse: Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo.
Quando Melanie, um dos humanos “selvagens” que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a “alma” invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente. Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por aquele humano, a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.