domingo, 21 de agosto de 2011

Crítica sobre: Aqueles que nos Salvaram {Livro}

“Ah! E o que os alemães fizeram aos judeus!... Quando os americanos e russos liberaram os campos de concentração havia gente... pesando apenas 30 quilos? E seu estômago estava tão encolhido, tão dizimados pelos anos de fome que, quando os soldados tentaram ser gentis com eles e lhe deram carne, sopa, queijo e chocolate eles morreram” (Pag 243)


O palco da História é a cidade de Weimar na Alemanha, durante a Segunda Guerra Mundial, sendo contada por Anna e Trudy. 

Anna perde o marido, e sua filha Trudy sem querer cuidar da mãe, por ser professora de história alemã e ter mais assuntos a lidar e não querer ter a mãe para atrapalhar resolve colocá-la em um ‘lar para samaritanos’, fatos ocorridos acaba que Trudy leva a mãe para morar com ela por não ter onde deixar. O Que Anna esconde? O que tanto perturba Trudy? Um lindo e emocionante romance sobre o terrível Holocausto, triste emocionante e perturbador! 

O Livro se passa na Segunda Guerra Mundial, onde a história de amor de Anna é contada na terrível e marcada, história chamada “Holocausto” 
O legal é ver certa hora a história sendo contada por Anna (Passado) e no próximo capitulo por Trudy (Presente). Além de a história ser contada em passado e presente tem as emocionantes e perturbadoras entrevistas, que emocional e chocam! 

Triste, emocionante e comovente, muitas vezes perturbador, e não tem como não acabar sentindo pena e pena a cada nova descoberta sobre a guerra, acabamos com a pergunta na cabeça... Como um ser Humano tem a capacidade de fazer a barbárie com o próximo, como pode? Acabamos por responder que somente um monstro seria capaz, essa seria a minha resposta! 

Adorei a capa está linda e tem haver com a história, a menina no trilho e a contra capa com a cerca tem tudo a ver, e bom convenhamos a capa é um deleite, pois está muito bela! 

A diagramação está boa, folhas amarelas, letras não são tão grandes, mas está ótima para leitura. A Textura da capa lembra a textura de Fallen posso estar errada, mas é o que eu achei, e as folhas têm uma textura diferente das outras não sei explicar que folha é apenas digo “É mais áspera”. 

E é claro que eu recomendo o livro, para quem gosta de saber mais sobre fatos históricos, pra quem gosta de romance, é um ótimo livro! 


Quantas patinhas a livro mereceu:



Livro: Aqueles que nos Salvaram
Autor: Jenna Blum 
Editora: Casa Da Palavra 
Páginas: 390

Sinopse: Uma história que ultrapassou todas as barreiras e preconceitos religiosos e ideológicos em nome do amor. Aqueles que nos salvaram conta a história de Anna, uma jovem de 18 anos com um futuro promissor aos olhos do pai, um simpatizante nazista: casar-se e ter filhos com um oficial alemão.
Ao se apaixonar por um médico judeu, no entanto, sua vida muda completamente. Revelando uma história de paixão e amor condenado, um retrato sobre a vida durante a guerra e um impressionante drama da relação mãe e filha, o livro explora profundamente aquilo que escolhemos suportar ou resistir para sobreviver e o legado da culpa. O romance, narrado de forma envolvente pela autora, Jenna Blum, permaneceu na lista dos mais vendidos do New York Times durante um ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.