terça-feira, 23 de agosto de 2011

Resenha: Horizontes-Vocações

Livro: Horizontes -Vocação
Autor: Roberto Laaf

Editora: Alcantis
Páginas: 184

Sinopse: Ana Clara continua às voltas com suas visões de assassinatos, mas desta vez o protagonista de seus tormentos é um homem elegante e envolvente chamado Eduardo, que lhe foi apresentado por sua melhor amiga, Clarisse.

Depois de muito tempo com o coração endurecido e mergulhado em solidão, sente-se tocada pelo jeito especial de Eduardo, o que lhe deixa ainda mais angustiada pela certeza do perigo. Incapaz de imaginar que o assassino de seus pais está tão próximo, o perigo continua rondando a si e aos seus amigos, em uma espécie de sinistro ensaio para a morte.
---
“Zaconi olhava para sua vítima com frieza. Nada em seu ser sinalizava um mínimo de compaixão... Tratava-se apenas de mais um prazeroso negócio lucrativo...”

Minha Opinião: Ana Clara vê-se novamente vítima de seu dom, agora em relação a Eduardo, novo e caro amigo que corre um terrível perigo. Clara odeia seu dom, ou maldição, como ela mesma o chama.


Algumas de suas palavras ainda ecoavam em sua mente: Você nunca pensou em usar seu dom para ajudar aos outros? (pag 75)

Eduardo a incentiva a usar a sua clarividência para o bem,é quem abre seus olhos e oferece novos horizontes, mostrando sua verdadeira vocação e assim também ajudando a polícia,evitando homícidios, mas Ana fica relutante, no fundo, pensa muito a respeito.

Clarisse ainda continua na mira do assassino. Clarisse está namorando com o policial Wagner e incentiva Ana para que o seu romance com Eduardo finalmente aconteça.

Enquanto Clara continua sofrendo por conta de sua vida miserável, não imagina que além de Eduardo, Clarisse - e uma terceira pessoa, correm terrível perigo, cada uma alvo de inimigos distintos, por razões distintas.

A dimensão do perigo fica evidente quando Clara, Eduardo, Clarisse e seu namorado Wagner vão passear na Lagoa Rodrigo de Freitas e viram alvo de dois bandidos, num fogo cruzado caracterizando momento de grande tensão.

"Antes mesmo de abrir os envelopes e conformar quem eram seus alvos, Zaconi pegou uma garafa de vinho branco no pequeno climatizador ao lado do bar na sala e resolveu comemorar a mudança de rumo que sua vida tomava apartir daquele momento" (Pag 126)

P.s: A narrativa mantém seu ritmo, onde devoramos capítulos, um atrás do outro, em busca dos próximos acontecimentos.

O Livro é muito, cheio de ação, emoções, perdas, conquistas.Os sentimentos de Ganância, crueldade,rancor, vingança, covardia e desprezo pela vida, ódio, desprezo, nojo, repulsa, piedade, solidariedade, medo, insegurança, alívio são mostrados com muita realidade e intensidade no livro.

AVALIAÇÃO

2 comentários:

  1. Anelise: OBRIGADA =D pelo comentário minha queridas <3
    Beijokas da Angel ;)

    ResponderExcluir


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.