sábado, 7 de janeiro de 2012

Falando Sobre: Once Upon a Time


Olá! Nossa quanta honra, minha primeira postagem aqui no Anime Daiki. Quero muito agradecer pelo espaço, por confiar em mim e por me deixar colocar aqui um pouquinho das coisas que eu conheço e posso partilhar. Obrigada mesmo Angel!
Bom, eu estive pensando no que postar e resolvi falar sobre meu atual vício, além de escrever e cuidar de meu livro Redenção. Sim, estou viciada e apaixonada pela série Once Upon a Time. De verdade! Vou contar sobre a história e quem sabe você também não se interessa? Vamos lá?




Navegando por alguns blogs, li uma sinopse sobre a série Once Upon A Time, da ABC. Engraçado que depois de ler eu logo fiquei louca de vontade de assistir e não tardou para buscar mais informações que contassem como a história se desenrolava. Eis que eu baixei o episódio piloto e depois o segundo  da temporada e os deixei de molho no HD, sem muita vontade e muito tempo para eles, até que…
Até que resolvi num domingo de ócio completo, começar a acompanhar a série e qual não foi a surpresa quando me vi simplesmente viciada e envolvida.
OUT(carinhosa abreviação), não é uma série completamente original, mas vamos concordar que hoje em dia, histórias originais é algo que está em falta.

Mas do que se trata OUT?
Bem, a série narra os contos de fadas depois do “Felizes para Sempre”, sendo que esse “felizes para sempre” não é nenhum um pouco próximo do que estamos acostumados, pois o mesmo termina aqui, no mundo real, com finais nem tão felizes assim. Vemos aí uma mistura de Sherk e Encantada que é difícil de não notar, além de algumas pequenas referências a série Lost, já que OUT tem algumas das mesmas mãos que cuidaram da prestigiada série. Mas sabe que a mistura não ficou ruim?
Falando assim de contos de fadas, você leitor, pode pensar que tudo não passa de uma coisa tola e clichê, certo? Mas é aqui que erramos feio por julgar a história pela sua premissa.
Girando inicialmente na fábula de Branca de Neve, somos apresentados logo de cara a um reino, onde fadas madrinhas e princesas andam livremente como se a fantasia não passasse de um pedaço da realidade. Também somos apresentados a Madrasta (super) Má, que cheia da mais pura inveja da enteada, lança um feitiço em todo o reino de fadas, atingindo e alterando a história que conhecemos, para que Branca e seu príncipe encantado – que aqui bate o pé ao afirmar seu real nome, James – sejam separados, os enviando assim, para o nosso enfadonho e nada caloroso mundo real.
Como desgraça pouca nos contos de fada é bobagem, as personagens, todas elas, simplesmente esquecem quem são, apesar de conviverem lado a lado numa cidade chamada Storybrooke. Algo bem a moda Encantada, tirando o fato da nossa Gizelle parar em NY.
Aqui conhecemos Henry, filho adotivo da prefeita da cidade, Madrasta Má, que após ler um antigo livro que narra milagrosamente toda a história cuja qual fomos apresentados inicialmente, parte em busca da única capaz de quebrar tal maldição, sua mãe Emma, filha do amor de Branca de Neve e de seu príncipe encantado.
Honestamente eu não esperava me ver tão envolvida na série, tão aflita com cada reviravolta. OUT é simples, com efeitos especiais que não são lá dos melhores, mas possui uma magia realmente comum aos contos de fadas. A atuação de todos os atores e atrizes não deixa a desejar e até o pequeno que encarna o Henry (Jared Gilmore), de 10 anos, merece créditos de sobra por ser tão fofo e tão esperto. 
Ah, eu também não posso deixar de ressaltar a atuação fofa da atriz Ginnifer Goodwin que interpreta a Branca de Neve, ela é uma fofíssima mesmo e o ator Josh Dallas que encarna o seu príncipe encantado também é lindo, em todos os sentidos e rola uma química ótima entre eles, a gente fica com o coração na mão em saber quem eles são na verdade, mas não poder fazer nada para que eles se lembrem. Emma (Jennifer Morrison ) a filha do casal encantado, também é ótima, com tiradas e um jeito que em muito serve como contraponto ao mundo mágico da história. Ela é fria, pé no chão e vemos que a personagem também está em busca de se encontrar, encontrar um pouco de amor e afeto. Detalhe que quando Emma aparece na história ela tem mais ou menos a mesma idade da Branca de Neve, que no mundo real é uma professora do primário, e as duas se tornam grandes amigas. Um desavisado é capaz até de achar que ela deva ficar com o desmemoriado Príncipe Encantado, no entanto isso seria impossível já que ele na verdade é o seu pai. 


No fim, minha recomendação é: Assista! Sério! Vale à pena, por vários motivos, mas principalmente pela sensação de nostalgia e pela pitada leve de magia a qual somos submersos. 


No elenco ainda temos: Robert Carlisle (Mr.Gold/Rumpelstiltskin), Lana Parilla (Evil Queen megaevil), Raphael Sbarge (Archie Hopper), Meghan Ory (Red Riding Hood), Jamie Dornam (Sheriff Graham) e Beverly Elliott (Granny)
Ahh! Já ia esquecendo!
Tem vários sites na web que disponibilizam a série pra baixar, só dar uma olhadinha!

Por hoje é só... E olha que já escrevi um montão! 
Para me conhecer mais e saber mais de meu livro Redenção visite:
Com carinho


Um comentário:

  1. ✔Lilo: ADOREI sua primeira publicação aqui no cantinho seu, e fico muito feliz de ter gostado e aceitado participar. Espero que meus seguidores e leitores conheçam mais seu trabalho!

    Adorei a matéria que escolheu assim sabemos mais sobre seu gosto e também, podemos assim discutir sobre nossos gosto, e é uma ótima dica da qual eu vou aproveitar, assim que der estarei baixando alguns episódios para olhar da série =D

    Obrigada pela matéria MARAVILHOSA

    BEIJUSSSSS ٩(-̮̮̃•̃)۶

    ResponderExcluir


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.