quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Resenha: Twenty Boy Summer {Livro}

  "What would we see if they drained the sea like a giant bathtub?"



Autora: Sarah Ockler 
Páginas: 304
Editora: Little, Brown Books for Young Readers

SINOPSE ORIGINAL: "Don't worry, Anna. I'll tell her, okay? Just let me think about the best way to do it."
"Okay."
"Promise me? Promise you won't say anything?"
"Don't worry." I laughed. "It's our secret, right?"
 According to her best friend Frankie, twenty days in ZanzibarBay is the perfect opportunity to have a summer fling, and if they meet one boy ever day, there's a pretty good chance Anna will find her first summer romance. Anna lightheartedly agrees to the game, but there's something she hasn't told Frankie-she's already had that kind of romance, and it was with Frankie's older brother, Matt, just before his tragic death one year ago.

  “Twenty Boy Summer”, título que eu achei uma graça, conta a história de Anna, uma adolescente de 16 anos que é apaixonada por Matt, irmão de sua melhor amiga Frankie. Em sua festa de 15 anos, Matt beija ela de surpresa e os dois começam um relacionamento às escondidas, com a promessa de que ele logo contará à irmã.
  Por uma ironia do destino, na volta de um simples passeio cotidiano, Matt, Anna e  Frankie sofrem um acidente de carro. Matt é o único que não sobrevive.
  Um ano depois Anna continua ferida, sem poder extravasar sua dor. Frankie está mudada, rebelde, e ainda nem imagina que o irmão e a melhor amiga foram “algo a mais” no passado. Certo dia ela convida Anna para ir à praia: o tradicional passeio em família para o Zanzibar – pela primeira vez sem Matt. E aí inventa um desafio: conhecer vinte garotos (um para cada dia que elas passarão na praia) e fazer com que Anna perca a virgindade.

  Avaliação: 

  É, palmas pra Sarah Ockler por ter conseguido surpreender. Eu esperava algo muito ruim, confesso, mesmo com esse título bonito.
  Adorei a forma como a autora escreve, as citações que o livro contém e os lugares fictícios que ela inventou. Tudo muito criativo.
  É um livro muito gostoso de se ler (e rápido), cenários lindos pra você imaginar e personagens pra se identificar.
  Quem procura algo bonito, despretensioso e que ensine alguma lição, precisa ler Twenty Boy Summer.
  E uma coisa que me encafifou... como vocês traduziriam para o português? Eu senti uma dificuldade pra fazer um título legal, já que, como vocês devem saber: twenty = vinte, boy = garoto, summer = verão. Vinte Garotos no Verão? Verão de Vinte Garotos? rs Se algum dia for lançado no Brasil nós vamos ver como fica.
 Ah! Pra quem tem interesse em saber, eu já providenciei minha cópia de “Fifty Shades Darker” e logo leio pra resenhar aqui. Aguardem.
  Beijão e bom feriado!


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.