quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Resenha: The Duff

Você já foi a mais feia de um grupinho de amigas?



Autora: Kody Keplinger
Páginas: 288
Editora: Poppy

SINOPSE ORIGINAL: Seventeen-year-old Bianca Piper is cynical and loyal, and she doesn't think she's the prettiest of her friends by a long shot. She's also way too smart to fall for the charms of man-slut and slimy school hottie Wesley Rush. In fact, Bianca hates him. And when he nicknames her "Duffy," she throws her Coke in his face. 
 But things aren't so great at home right now. Desperate for a distraction, Bianca ends up kissing Wesley. And likes it. Eager for escape, she throws herself into a closeted enemies-with-benefits relationship with Wesley.  Until it all goes horribly awry. It turns out that Wesley isn't such a bad listener, and his life is pretty screwed up, too. Suddenly Bianca realizes with absolute horror that she's falling for the guy she thought she hated more than anyone.



  Bianca Piper é uma estudante do ensino médio com um humor irônico e alguns problemas na família, já que sua mãe não liga para ela e para seu melancólico pai.
   O que a faz feliz de verdade na vida são suas lindas melhores amigas, Jessica e Casey. As três garotas inseparáveis estão em um barzinho na cidade quando Bianca encontra Wesley Rush, o playboyzinho mais detestável e galinha da escola. Wesley não perde a chance de provocá-la e é nessa noite que ela ganha um novo apelido: Duff. 
   O que é Duff? São as iniciais para: designated (designada), ugly (feia), fat (gorda) e friend (amiga). A Duff é a garota - não necessariamente feia, mas a - mais feia de um grupinho de amigas, aquela da qual os garotos se aproximam na tentativa de ganhar as colegas. Ela costuma ser a mais legal também.
   Ainda que não queira se irritar, Bianca fica negativamente mexida com essa história de Duff. Contudo, é nessa noite também que, na tentativa de esquecer os problemas de família, ela faz uma coisa inesperada no bar: beija Wesley! Na boca! De língua!
   A partir daí, depois de trocarem mais alguns beijos, ela vê que a coisa é - pelo menos fisicamente - boa e resolve usá-lo como válvula de escape para seus problemas.
    É claro que sexo + no strings attached não combinam. Bianca percebe, para seu desespero, que está se apaixonando por Wesley Rush.

  Avaliação: ★★
  

  Ai que gracinha! Sério! Fiquei muito surpresa com esse livro. 
 The Duff é narrado pela duff Bianca, rs, que tem um jeitinho todo esperto e sarcástico, bem divertida. O modo como ela fala do Wesley é muito engraçado, já que ele é um inútil que não vale nada (lembra aquelas paixões de adolescente mesmo).
 É um livro fácil de ler, sem grandes pretensões e muito "suspirável". As cenas do casal principal ainda mais, são fofíssimas, daquelas que a gente lê sorrindo que nem besta.
 Eu não conhecia essa autora, Kody Keplinger, mas aparentemente ela ainda tem publicados os livros: Shut Out, A Midsummer's Nightmare e Goldfish. Pretendo ler outras obras dela um dia.
  Esse livro (infelizmente) não foi lançado no Brasil, mas é fácil de ser encontrado em inglês, tanto em livro quando em e-book.


  Se vocês procuram uma comédia teen, leve e apaixonante, apostem em The Duff! ;)

  PS: Me perdoem por não ter postado na semana passada, que era o correto. Tive uns probleminhas de tempestade + internet... 
  Beijo!

  

2 comentários:

  1. ❝Adorei a resenha, me deixou com curiosidade a respeito do livro!❞

    Bjus -- Angel ;)

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Angel! Leia sim, é bem divertido...

    bjs linda!

    ResponderExcluir


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.