domingo, 12 de maio de 2013

Resenha: Garotas de Vidro {Livro}

Autor: Laurie Halse Anderson
Páginas:  272
Editora: Novo Conceito


Sinopse: “Lia e Cassie são amigas há anos, ambas congeladas em seus corpos. No entanto, em uma manhã, Lia acorda com a notícia de que Cassie está morta, e as circunstâncias de sua morte ainda são um mistério. Não bastasse isso, Cassie tentara falar com Lia momentos antes, para pedir ajuda. Lia tem de lidar com o pai, que é um renomado escritor, sua madrasta e a mãe, uma cardiologista que vive ocupada, salvando a vida dos outros. Contudo, seu maior tormento é a voz dentro de si mesma, que não a deixa se esquecer de manter o controle, continuar forte e perder mais, sempre perder mais, e pesar menos. Bem menos.”

Minha Opinião: O Livro conta a estória de Lia, uma garota de 18, que sofre de problemas alimentares {Anoréxia/Bulemia}, a separação dos pais, a morte da melhor amiga faz com que seus problemas com alimentação aflorem mais.
"...corpo encontrado sozinho em quarto de motel."
A capa do livro é belíssima, gosto muito dela, a garota da capa parece estar congelando. Tanto a capa quanto a contracapa são belíssimas, a editora manteve a mesma capa americana. A Diagramação é simples sem muito efeito, somente em algumas partes (o que me lembrou Estilhaça-me), os capítulos são simples, não são separados, a numeração deles é feita como se tivesse feito uma contagem, as folhas são amarelas, as letras são medianas. 
[...] "Você está apodrecendo e não consegue parar. Olhe no espelho e veja um fantasma. Escute cada batida do seu coração gritar que tudo absolutamente tudo está errado com você. “Por quê?” é a pergunta errada. Pergunte “Por que não”? [...]
Assim que comecei a leitura não estava gostando do livro, o fato da personagem principal contar tudo que ela ingeria era chato, mas assim que fui avançando na leitura fui me integrando mais ao assunto e compreendendo mais a história, o que me fez ler e não querer parar mais. Penso que o fato de começar a leitura e não ter gostado é que fui como se diz "Com muita cede ao pote", só vi elogios e todo mundo falando o quanto o livro é maravilhoso, que minhas espectativas tornaram-se muito grandes e este foi o motivo de no começo não ter gostado muito do livro.

Diferente das inúmeras opiniões eu não considero o melhor livro do mundo, mas não posso deixar de dizer que ele é um livro muito bom, 'pesado', mas muito bom, tando que entrou na minha lista de favoritos de leituras nesses 6 meses!
[...] Quando você está viva, as pessoas podem te machucar. É mais fácil engatinhar até uma jaula de ossos, ou uma montanha de neve e confusão. É mais fácil trancar todo mundo para fora. Mas é mentira [...]"
Sobre o nome do livro, vi muitas pessoas reclamando que não gostaram da mudança pois a tradução dele seria garotas geladas e não de vidros, mas assim que acabei a leitura eu compreendi o porque a editora resolveu chamar de Garotas de Vidro. Tanto lia quanto 'Cassie' são tão frágeis, sensíveis por isso 'vidro', o que tenta mostrar essa fragilidade de Lia. Posso estar errada, mas foi o que eu senti/entendi a respeito do nome!

Recomendo sim a leitura, mas já deixo aqui que o livro se trata de uma história séria, triste, uma leitura pesada! Enquanto lia eu comentava pra minha mãe, este livro é muito depressivo, é impossível você não ficar com a mente ligada, pensativa e pesada assim que termina a leitura, mas novamente isso não se trata de um ponto negativo de forma alguma, e sim do que eu senti a respeito do livro, que por sinal é muito bom!


 AVALIAÇÃO
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.