sexta-feira, 5 de julho de 2013

Resenha: Bruxos e Bruxas

Título original: Witch & Wizard
Autor: James Patterson, Gabrielle Charbonne
Páginas: 288
Editora: Novo Conceito


Sinopse: No meio da noite, os irmãos Allgood, Whit e Wisty, foram arrancados de sua casa, acusados de bruxaria e jogados em uma prisão. Milhares de outros jovens como eles também foram sequestrados, acusados e presos. Outros tantos estão desaparecidos. O destino destes jovens é desconhecido, mas assim é o mundo sob o regime da Nova Ordem, um governo opressor que acredita que todos os menores de dezoito anos são naturalmente suspeitos de conspiração. E o pior ainda está por vir, porque O Único Que É O Único não poupará esforços para acabar com a vida e a liberdade, com os livros e a música, com a arte e a magia, nem para extirpar tudo que tenha a ver com a vida de um adolescente normal. Caberá aos irmãos, Whit e Wisty, lutar contra esta terrível realidade que não está nada longe de nós.


Minha Opinião


O kit do livro e muito criativo, tendo tudo a ver com a estória narrada. O kit e acompanhado de um caderninho em branco e uma baqueta. O livro e belíssimo o B esta em alto relevo, este. B prendendo chamas, tem haver com a história também, e se você percebeu ali estão a cabeça de uma menina e um menino, o que acredito ser os irmãos "Whit e Whist".O livro tem, aquela textura aveludada, amada por muitos e mal vista, por outros. 

Os capitulos são separados e cada um contado por um dos irmãos. Ao total são 104 capítulos, mais prologo e os extras contendo os trechos da propaganda da nova ordem, com os livros, musica, museus, artistas,uso verbais/palavras e por final um folha repleta de opiniões dos leitores da trilogia., onde o livro se entrega para qual publico alvo ele é direcionado. Não faço parte do grupo, mas gosto deste temas e livro juvenis, e mesmo tendo estereotipando o publico visualizado para para o livro, acredito que o livro seja pra qual publico for se lhe instigar deve ser lido. Então você que ficou curioso a respeito do livro, seja pela capa sinopse ou minha opinião a respeito, não perca tempo e vá ler B&B e tire suas conclusões e sensações a respeito do livro.

- Você está falando sozinha, perguntei?
- E por que não? Estamos num hospício. - Ela sorriu e depois ficou meio sem graça. - Na verdade, se você quer saber, estou tentando inventar um feitiço. Sabe, pana nos tirar daqui. Se sou uma bruxa, posso muito bem dizer "Shazam!" e fazer a porta explodir.


- Wisteria Allgood - o juiz finalmente disse, levantando os olhos sem vida pra mim.- Acredito que vocês estejam gostando da estadia no Hospital?
- Está sendo fantástica! - eu disse. Não consegui resistir. - Cinco estrelas.


O livro termina com dois epílogos, o que foi surpresa pra mim, pois até então não estava lembrada de algum livro que tenha contido dois epílogos.

A história inicia em In medias Res ( ou seja relata os acontecimentos da história, não pelo seu início (ab ovo ou ab initio), mas pelo momento crucial e pelo meio da ação, como forma de cativar a atenção do leitor). O que torna para mim ponto positivo, pois me empolgou a querer saber como a estória se desenvolveu para chegar naquele momento.

Este livro trás a descoberta dos poderes pessoais dos irmãos como a a força da Nova Ordem no mundo. É bem aquele começo onde somos apresentados aos personagens, onde eles se encontram em uma situação de vida e morte, onde eles descobrem o que realmente são, e virão heróis (não heróis como você esta pensando).

A narrativa flui muito boa, fácil e de leitura rápida. Os personagens são bem construídos e engajados na estória. Dentre os personagens principais ou seja dentre os irmãos Whit e Whist, a menina me conquistou mais, por suas tiradas, engraçadas/ suas atitudes. Um ponto negativo é no começo da leitura, até os nomes deles se estabelecerem melhor enquanto lia, pois no começo confundia, e quando o capitulo erra narrado pela Whist, achava que era Whit. Até porque Whist, "parece", ter temperamento/atitudes mais masculinas que se irmão. Considero ela uma personagem forte na estória, e a que mantem o livro. Outros personagens também me chamaram atenção como Brian Swain, que recebe os apelidos nais divertidos, por Whisteria. Que fique claro que esses pontos que trago não desqualificam o livro. Se tratam de pontos que para mim causaram um pouco de estranheza, mas que mesmo assim não deixou a leitura a desejar.
"Eles têm medo de nós. Eles têm medo de tudo.

Eles têm medo de mudança, e nós precisamos mudar.
Eles têm medo dos jovens, e nós somos jovens.
Eles têm medo de..." 
Esse é o primeiro livro, pertencente a uma trilogia, escrita por Patterson e Gabrielle Charbonnet. Não sei quando os próximos livros serão lançados, mas estou ansiosa para conhecer os próximos passos desses bruxinhos principalmente pra ver mais Whist a Bruxa assustadora e Byron-traidor-puxa-saco-fuinha.

P.S: Os direitos do livro foram adquiridos para o cinema.

AVALIAÇÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.