quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Falando sobre: Blade - A Lâmina do Imortal



Blade - A Lâmina do Imortal (Mugen no Juunin, Habitante do Infinito), é originalmente uma série de mangá escrita e ilustrada por Hiroaki Samura, adaptada para a TV como uma série de anime em 2008 produzida pelo estúdio Bee Train e animada pelo estúdio Production iG. A série foi publicada pela primeira vez em 1994, na revista mensal Afternoon, da Kodansha, e é publicado até hoje, possuindo mais de 20 volumes no formato tankobon.

Mangi e Rin
Enredo: O mangá conta a historia de Manji, um habilidoso ex-samurai do Japão Feudal que possui um verme raro em seu corpo, chamado kessenchu, responsável por curar todo e qualquer ferimento que seu corpo sofra. Possuir este grande poder, não poupou que o passado de Manji fosse marcado por feitos criminosos que o levaram a matar 100 samurais. Dentre as pessoas que morreram por suas mãos, destaca-se o marido de sua irmã, acontecimento que a fez enlouquecer. Ainda que Manji seja capaz de subjugar qualquer tipo de ferida física, estas mortes, sobretudo a do marido de sua irmã, o perseguem na forma de uma grande ferida espiritual. Desta maneira, com o intuito compensar seus feitos e assim acabar com seu sofrimento eterno, ele deve cumprir sua última promessa: retalhar mil pessoas do mal.
Personagens:

Manji: Ex-samurai que há dois anos matou seu superior, o hatamoto (vassalo do xogum) Shigenobu Horii, e mais 99 homens que vieram atrás dele. Por essa razão, foi apelidado de hyakuningiri (matador de cem homens). Passou a ser imortal depois que a monja Iamaista Yaobikuni inseriu os kessenchusem seu corpo.

Rin Asano: Filha única do mestre Asano, da Mutenichi-ryu. Seus pais foram mortos pelos homens da Itto-ryu, comandados por Kagehisa Anotsu, e ela jurou se vingar dele. Dois anos depois, contratou Manji como guarda-costas e saiu para uma jornada atrás de vingança. Seu golpe principal são as "Vespas Douradas Mortais" que mais tarde vira "Vespas em Chamas Mortais"!

Yaobikuni: Assim como Manji, ela possui kessenchus em seu corpo. É uma monja misteriosa, que já viveu mais de 800 anos, e é a responsável peloskessenchus no corpo de Manji. Foi ela quem aconselhou Rin a contratar um guarda-costas imortal (Manji).

Kagehisa Anotsu: Segundo a filosofia de vida do comandante da Itto-ryu, "vencer é o verdadeiro caminho da espada". Para vingar a humilhação sofrida no passado pelo avô, Saburo, Anotsu destruiu a Mutenichi-ryu e acabou se tornando o maior inimigo de Rin. Seu desejo é unificar sob sua espada todos os estilos existentes no país.

Taito Magatsu: Membro da Itto-ryu. Usa uma espada que contém outra embutida e ainda uma pequena adaga nesta segunda. Esteve presente na noite da queda da Mutenichi-ryu, mas não participou do estupro da mãe de Rin, mostrando ser um espadachim de princípios. Manji o enfrentou quando foi recuperar a espada da família Asano, que estava em poder de Magatsu.

Kuroi Sabato: Espadachim da velha guarda, estava na Itto-ryu desde a infância de Kagehisa Anotsu. Durante os últimos 2 anos, nutriu uma paixão doentia por Rin e lhe enviou poemas de amor. Quando ela o atacou com as vespas douradas, foi revelado seu abominável fetiche por costurar pescoços de mulheres mortas nos ombros. Uma curiosidade: na tradução literal do nome do personagem Kuroi Sabato significa Black Sabbath, uma homenagem do autor a banda.

Eiku Shizuma: Assim como Manji e Yaobikuni, possui os kessenchus em seu corpo. Já viveu mais de 200 anos e acha que alguém "mortal" como Anotsu não está apto de um sonho tão grande. Tenta fazer parceria com Manji, mas este recusa e ambos iniciam uma sanguinária luta entre homens imortais. Ele possui um veneno que é conhecido como um dos únicos modos de acabar com esta imortalidade, o "kessensatsu".

Makie Otonotachibana: Espadachim de talento excepcional, foi ela quem salvou Kagehisa Anotsu de um ataque de cães selvagens, quando os dois ainda eram crianças. Trabalhou como prostituta, mas Anotsu a tirou dessa vida e ela passou a integrar a Itto-ryu. No confronto com Manji, venceu-o facilmente, mas decidiu não matá-lo em respeito a Rin. é "ídolo de infância" de Anotsu.

Hyakurin: Membro da Mugai-ryu. De nome verdadeiro Hyaku Hayakawa, foi ela quem teve a ideia de convidar Manji para o bando, com a missão de assassinar Anotsu. Traída por Shira, acabou caindo nas mãos da Itto-ryu, por quem foi torturada e violentada. Foi salva por Gyiti no terceiro dia de cativeiro. Quando se recuperou, recebeu a notícia de que havia sido desligada da Mugai-ryu.

Gyiti: Membro da Mugai-ryu. Homem habilidoso, extermina seus inimigos sem dizer muitas palavras. Teve grande participação na derrubada da Itto-ryu, atuando como escudeiro fiel de Habaki. Foi o único a conseguir cumprir a meta da Mugai-ryu, o que lhe garantiu a liberdade. Sua última missão foi levar Manji ao encontro de Habaki e, com isso, conseguiu também a liberdade de Hyakurin.

Shira: Membro da Mugai-ryu e homem de um sadismo doentio. Quando tentou atacar Rin, Manji decepou seu braço direito. Para espanto de todos, raspou a carne e afiou os ossos que lhe sobraram no braço até criar uma arma bizarra. Saiu à caça de Manji e, depois que o encontrou, perdeu o outro braço lutando contra Magatsu. Acabou sendo engolido pela cachoeira, mas conseguiu sobreviver e foi capturado pelo governo.

Doua Yoshino: Uma das remanescentes da Itto-ryu. Doua foi criada em uma vila onde por acaso conheceu Isaku. Desde então se tornaram amigos. Percebendo que possuía um "demônio" (como ela mesma diz) em seu corpo, resolve fugir de sua aldeia junto com Isaku. Matou cinco oficiais em Otaru, na região de Ezo, e logo juntou-se à Itto-ryu há apenas três meses. Admira e confia em Anotsu e aguarda ansiosa a ocasião do "levante do inverno". Antes, está hospedada no dojô Asano, a casa de Rin, agora está junto com ela em uma missão para resgatar Manji.

Isaku Yasono-Ookami: Gigante de olhos azuis, que se juntou à Itto-ryu para acompanhar Doua. Enquanto procuravam lugar para ficar, os mistérios do destino acabaram os levando ao dojô Asano. É um homem politicamente correto, que se atrapalha tentando controlar as atitudes egocêntricas de Doua. Descobriu por acaso que Anotsu é inimigo de Rin.

OBS: Acima foram listados alguns dos personagens que aparecem com mais frequência na história e os mais importantes. Os demais não serão listados para não revelar boa parte do enredo. As informações coletadas sobre os personagens, foram retiradas da edição 29 brasileira (a que mostrei no vídeo).



No Brasil o manga era publicado pela metade de um volume tankohon japonês, a editora Conrad cancelou o título em 2010. O manga chegou a edição 38 de 58 , que estavam previstos pela editora no Brasil. A editora Dark Horse lançou no Estados Unidos o volume 25, que por sinal é uma de suas maiores vendas por lá!

O anime estreou no Japão no dia 13 de julho de 2008, devendo contar com 13 episódios. A série, produzida pelo estúdio Bee Train e animada pelo Production iG, com direção de Koichi Mashimo (Noir, .hack) e design de personagens por Yoshimitsu Yamashita (Samurai Champloo), está sendo exibida no canal AT-X.

Fica o pedido: Conrad querida relance o mangá, no seu formato normal "32 volumes". Blade é um mangá maravilhoso e deve ter sua segunda chance aqui no Brasil!
Fontes: Interligado Org, Wikipédia

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.