terça-feira, 13 de agosto de 2013

Resenha: A Caçada - Isaac Bell #01

Autor: Clive Cussler:
Páginas: 384
Editora: Novo Conceito

Sinopse: Por décadas, Clive Cussler vem deleitando leitores com romances repletos de suspense, ação e pura audácia. Agora, ele faz isso novamente, em um dos mais loucos e estimulantes thrillers de época dos últimos anos. O governo norte-americano contrata a renomada Agência de Detetives Van Dorn e seu agente igualmente renomado, Isaac Bell, para capturar um lendário ladrão de bancos conhecido como Assaltante Açougueiro. Este assassinara homens, mulheres e crianças, sem deixar nenhuma pista nem testemunhas. O detetive Bell lidera a busca e finalmente descobre a verdadeira identidade do Assaltante Açougueiro. E nesse momento inicia-se a verdadeira caçada. Com um enredo intrincado, dois vilões extraordinários e a assinatura de Cussler em reviravoltas surpreendentes, A Caçada é o trabalho de um mestre no auge de seu talento.


Minha Opinião Sobre o Livro.


Sobre o material gráfico, nem, é preciso falar o quanto está bem trabalhado.  Adoro as capas dos livro de Clusser pela Novo Conceito. As ilustrações na  capa, além de passar um pouco sobre o que se trata a estória é simplesmente  belíssima. (Adoro/Amo). A Diagramação do livro segue o padrão dos outros  livros lançados pela série, contando em si, folhas amarelas, fonte times,  letras tamanho 12. Os capitulos são separados, intitulados apenas por  ordem numérica  (com o detalhe de um retângulo abaixo) Não sei se chamo de partes, mas no decorrer da estória nos deparamos com alguns títulos  que são estes: Um Fantasma do Passado,  O Assaltante Açougueiro (1 ao cap 10 ), A Caçada se acelera (11 ao cap 50), mais um intitulado "Vindo das profundezas".


Como sempre a Editora NC, está sempre criando lindos kits, para seus livros, e não foi diferente com os kits de Clusser. Desta vez o Kit (foto ao lado) a Caçada veio em uma caixa personalizada, um chaveiro com a capa do livro (lembrando um livro), marcador personalizado e claro e o livro.

A caçada é o primeiro livro das histórias de Isaac Bell, mas não foi o primeiro titulo de Clive Cussler a ser trazido pela Editora Novo Conceito aqui para o Brasil, e sim O Espião (Terceiro Volume).

Heróis e Vilão, uma mistura eletrizante, envolvendo inteligencia, raciocínio, mistérios, ação, mortes assustadoras, aventura. Trazendo para os leitores os dois lados do mal e do bem dos personagens principais Bell e o Assaltante Açougueiro.

"Bell sentou-se no chão e massageou a própria garganta, ofegando pelo esforço. Virou a cabeça e olhou para o corredor, vendo que homens vinham correndo para a suíte. Eles se detiveram, pasmos e chocados, à vista do mar de sangue e da montanha de homem cuja face era irreconhecível por causa da máscara de sangue coagulado. A face parecia particularmente grotesca devido aos dentes de ouro que se exibiam entre os lábios abertos, lentamente cobrindo-se de vermelho”
A narrativa é em terceira pessoa. A escrita do autor, é tranquila,detalhista, rápida, mas em alguns momentos ela nos deixa um pouco cansadinho e impacientes. Sabe quando você se depara em determinado momentos da narrativa do autor, em que você pensa, ele poderia ter resumido esta parte e não enrolar tanto. Então foi o que eu sento em alguns momentos.

Tanto a história quanto os personagens estão bem construídos. Adorei Bell, em a Caçada e odiei com todas as forças o assassino. O que pra mim é um bom ponto positivo, pois sempre gostei de filmes de assassinos em séries e pelo fato do assassino aqui ter me causado tanto ódio, digo-lhes que a construção de seus atos foi bem bolada.
“Há uma nova definição criada por psicólogos para assassinos para os quais matar é tão fácil quanto escovar os dentes. São chamados de sociopatas. Nosso homem consegue matar sem remorso. Ele não tem emoções, não sabe como rir ou amar e tem um coração tão frio quanto um iceberg. Para ele, matar a tiros uma criancinha é o mesmo que matar um pombo.”
Um suspense policial, instigante e intrigante. Clusser consegue te prender pela curiosidade, pois fica preso nas ações de como Isaac Bell bola seus planos para pegar o Assaltante Açougueiro. 

E pera ai, não posso deixar de falar que minha surpresa em relação ao livro foi que nós leitores sabemos quem é o assassino, o que tornou surpresa pra mim a entrega dele na história. Mas isso não torna o livro ruim, por saber de mão quem é o Assaltante Açougueiro, pelo contrario o que prende e nos deixa curioso são as artimanhas do detetive Bell.

O livro está repleto de momentos de ações, que te deixam com a respiração trancada. Nesses momentos a impressão que tinha era de estar assistindo a um filme de ação. (O que também de deixou com vontade de assistir um filme com essa pegada que o livro trás). Não posso esquecer de falar que a parte dos trilhos de trem para mim foi eletrizante.

AVALIAÇÃO
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.