quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Resenha: Os Adoráveis {Livro}


Amores, Moda, Independência e Sagacidade!

  O livro Os Adoráveis de Sara Manning, traz a nós leitores, mas uma estória adolecentil, mas com pitadas de temperos diferentes, que acaba por nos deixar apaixonado por cada linha lida.  Sarra Manning é escritora e jornalista. Foi editora do caderno de moda da Ellegirl, na Inglaterra. É articulista em revistas e jornais, como ELLE, Grazia, Red, InStyle, ¬ e Guardian, Sunday Times Style e Harper`s Bazaar. É autora best-seller com romances para jovens, mas escreve para adultos também. Sarra Manning vive no norte de Londres com seu Bull Terrier.
  Este foi um livro que perdi seu envio, pois não tinha recebido e-mail, explicando que os pedidos eram pelo mesmo. Como eu estava muito curiosa a respeito da leitura, e também fiquei babando na xícara, peguei o ebook do livro para ler e ver se ainda conseguia entrar na promoção das resenhas. Mas já adianto a vocês aqui que assim que der estarei comprando/trocando o exemplar físico logo logo, pois eu desejo ele na minha estante. Então a respeito do material gráfico, e diagramação, não tem como falar aqui na resenha, pois como já dito meu material é virtual. O que posso e quero falar é que eu amei essa capa, uma capa divertida, que influenciou na minha curiosidade a respeito do livro.
  Pra começar quero explicar/falar a respeito do termo Dork. Sinceramente eu não tinha nenhuma referencia a respeito do que é, do que se trata, quem são como são, como agem? Meus conhecimentos a respeito do termo sinceramente estavam vazios, mas nada que a internet, para esclarecer as dúvidas, não é. Então a respeito de Dork: (2013. Site NC) "Dork, inepto ou bobo, em Inglês, é um termo que identifica um estereótipo — às vezes até de maneira depreciativa — de pessoas que exercem atividade intelectual em excesso, isto é, pessoas que gostam muito mesmo de estudar e de se informar sobre tudo." Neste comecinho de explicação preciso dividir com vocês que já me encaixo no termo, pois adoro estar informada sobre tudo e curto muito estudar. Continuando na página a editora ainda trás a seguinte informação: "Os Dorks sentem fascínio pelas novas tecnologias e acompanham rapidamente tudo que houver de vanguarda, afinal, fazem parte da geração que nasceu e cresceu com o computador e com o desenvolvimento tecnológico." Como sabem sou apaixonada por tecnologia, e sou formada em TI, e acabo por me encaixar novamente neste termo a respeito do que são os Dorks. A Editora ainda trás mais referencias a respeito do que são os Dorks, mas não vou disponibilizadas todas aqui, quem tiver curiosidade visite o site da editora, apenas disponibilizei esse começo para explicar o que são os Dorks.
  No começo pensei que a autora traria junto em sua história, um pouco do consumismo, de estar sempre na moda, comprar o que é novo e tecnológico. Está foi a minha primeira impressão, tanto em relação a capa quanto a sinopse.
  Então agora que falei um pouco sobre como conheci o livro e o termo Dork, vamos para a estória de Os Adoráveis. Aqui conhecemos Jeane Smith e sua bagagem de independência, conhecimento e criatividade. Com pais e irmão viajando e morando em lugares diferentes, Jeane opta por viver em um flat em Londres, onde ela consegue se virar e muito bem. Conhecemos também Michael Lee, o garoto que todas a meninas da escola desejam ter, capitak do time de futebol, inteligente bonito/gatinho. Diferente de Jeane, Michael vive com os pais, e leva uma vida de rotina como: lições de casa, treino de futebol entre outros. Os dois são representações do oposto, literalmente. Juntando suas opositividades, é claro que ai rolaria uma atração, o que começa com ódio termina com amor. Como na citação a seguir: (2013, Pg. 117) "O primeiro beijo foi um acaso.O segundo beijo foi, obviamente, só para ver se o primeiro beijo realmente tinha sido um acaso. Mas não havia desculpas para os beijos que vieram depois disso. ou então na próxima citação:   (2013, Pg 137) " A questão, Michael - disse ela, finalmente , a questão é que, na verdade, você é, realmente, um beijador muito bom. Não há necessidade de parecer tão surpresa - disse eu, e era difícil não sorrir. Balancei a cabeça em sua direção. - Você também não é nada ruim. - Sim, eu realmente tenho loucas habilidades de beijo - ela concordou, e dessa vez foi absolutamente impossível não sorrir. Todos os meus outros amigos eram tão previsíveis! Tipo, eu sabia exatamente o que eles diriam antes mesmo que eles abrissem a boca, e, com ela, com Jeane Smith, cada minuto revelava uma surpresa." 
  Com uma narrativa gostosinha de ler, fácil e simples, Sara consegue prender o leitor do começo ao fim do livro ( e eu só larguei ele pra tomar banho e comer algo). Segue mais uma citação: (2013. Pg 70) “As pessoas têm tanto medo de dizer a verdade porque a verdade é caótica e complicada, e, decididamente, nada legal, mas nada legal era o jeito que eu estava.”. A narrativa está em primeira pessoa, sendo ela divida entre os personagens principais, com suas visões de cada lado da história. Seja o lado de Jeane como o lado de Michael. Preciso comentar que adorei Jeane e sua língua afiada: (2013, Pg.98 ) "Michael Lee era o Sol, a Lua e as estrelas, talvez até mesmo a droga do sistema solar inteiro, no que dizia respeito à sua família - Não era de admirar que ele fosse tão arrogante."
  Este livro não foi um cinco estrelas, mas isso não significa que não seja bom ou que não tenha gostado, pelo contrario, gostei muito da estória narrativa e personagens. Ele foi um daqueles livros que não me cansaria de falar e estenderia de mais minha opinião que estariam repleta de cotes do livro. Ele não foi um cinco estrelas, mas conquistou-me e muito (preciso te-lo na minha estante e logo/alguém me dá?). Os Adoráveis traz, uma estória divertida, romântica ótima para uma diversão regada com café e balinhas de goma (foi o que eu fiz). Se você ainda não leu, corra já pegue seu exemplar e venha conhecer o mundo dos Dorks. Tire suas conclusões a respeito da estória, pois as minhas aqui foram positivas.


Título: Os Adoráveis - Eles não têm medo de ser quem são...
Autor: Sarra Manning

Sinopse : Jeane é blogueira. Seu blog, o Adorkable, é um blog de estilo de vida — na verdade, o estilo de vida dela — e já ganhou até prêmios na categoria “Melhor Blog sobre Estilo de Vida” pelo e Guardian e um Bloggie Award. Adora balas Haribo, moda (a que ela cria, comprando em brechós) e colorir (ou descolorir totalmente) os cabelos. Cheia de personalidade e meio volúvel, ainda assim Jeane é bacana — mesmo nos momentos em que se transforma numa insuportável. Mas, certamente, ela não olharia duas vezes para Michael. Porque Michael é o oposto de Jeane. Ele é o tipo de cara que namoraria a garota mais bonita da escola. E compra suas roupas na Hollister, na Jack Wills e na Abercrombie. Além disso, diferente de Jeane, que é autossuficiente, Michael é completamente dependente do pai, o Clínico Geral que condena açúcar, e ainda permite que sua mãe compre suas roupas! (Embora, para Jeane, o pior mesmo sobre Michael é que ele baixa música da internet e nunca paga por isso). Jeane e Michael têm pouco em comum, além de algumas aulas e uma maçante dupla de “ex” — Scarlett e Barney. Mas, apesar disso, eles não conseguem se desgrudar desde que ¬ ficaram pela primeira vez.

AVALIAÇÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.