segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Crítica sobre: Lua Vermelha {Livro}

"Lembre-se de que o fato de você ser licano não quer dizer que seja um monstro. Nunca se esqueça disso. -Página 98"


O Livro Lua Vermelha, foi publicado aqui no Brasil pela Editora Arqueiro no finalzinho do ano de 2013.Benjamin Percy é autor de duas coletâneas de contos, The Language of Elk e Refresh, Refresh, e do romance The Wilding, os dois últimos em fase de adaptação para o cinema. Ganhou os prêmios Whiting Writers, Pushcart e George Plimpton, além de uma bolsa da National Endowment for the Arts. Seus textos já foram publicados no The Wall Street Journal e nas revistas Time, Esquire, GQ, Men’s Journal e Outside. Os direitos de Lua vermelhaforam vendidos para dez países. Atualmente, Percy mora em Minnesota com a família.

Um dos livros que levei na minha viajem para terminar, e foi uma ótima leitura nas cinco horas de ida e vinda. Passar as noites lendo Lua Vermelho no buus, me deixou mais ligada na história, e em alguns acontecimentos, que me fizeram lembrar de passagens do livro.
De começo eu fiquei no não gostei e gostei da capa, pois os círculos em volta da lua me incomodava, bom ainda incomodam um pouquinho, mas eu acabei por olhar a capa com olhos diferente, e preciso dividir com você que pessoalmente ela é mais bonita do que parece. A capa traz a sutileza, simplicidade, misturada com o mistério daquela lua vermelha. O título do livro e nome do autor recebem um camada de verniz e um leve auto relevo, de resto a capa é fosca. A diagramação interna do livro é simples, tendo como fonte o tamanho doze e o estilo times. Os capítulos não são separados, onde um acaba o outro inicia, há meias luas para marcar a passagem do tempo ou narração. Ao total o livro conta com 66 capítulos + epilogo, sendo eles estando divididos em partes três partes, sendo a primeira a maior delas. 

O Livro contém três camadas de história, que vão se interligando conforme você vai avançando a leitura. Aqui em Lua Vermelha ficamos a par da história de Patrick Gamble, Chase Willians e Claire Forrester. Dentre as três a que menos me chamou atenção foi a de Chase, mas isso não significa que não gostei, pelo contrario, gostei sim, mas se for dividir com vocês dentre as três as que mais me agradaram tenho que contar que foram a de Patrick e Claire.
E falando de história, a narração de Benjamin Percy, é fantástica, bem trabalhada/ construída, conseguindo manter a atenção do leitor do começo ao fim de sua história. Os personagens estão bem elaborarmos e interligados, a trama em si está excelente. Não sei nem bem explicar a vocês o quanto Benjamin Percy me conquistou com sua narrativa/história.
Preciso confessar que no primeiro capitulo, particularmente suas 16 páginas não tinha me chamado a atenção, mas assim que começou a visão de Patrick, minha opinião já foi alterada e não consegui mais largar o livro. Como uma amante de Lobisomens, me resta dizer a vocês que Lua Vermelha surpreendeu e me conquistou!

Lua Vermelha é sobrenatural, mas com uma 'pegada', por assim dizer, mais elaborada, que conquista até mesmo os não apaixonados pelo gênero. Ahh... Imaginem ter um autor como Stepen King elogiando seu livro. Eu ficaria sem palavras, e tento imaginar que Benjamin Percy deve estar não só contente, mas realizado com seu trabalho.

Pessoal vocês, vão ter que me perdoar, mas sabe aquele momento em que você termina um livro que fez vocês suspirar e soltar mil coraçõezinhos de amor por ele, e acaba que as palavras somem, para tentar explicar o quanto gostou dele, e quanto a história é boa? Bom eu me encontro assim sem palavras, elas resolveram fugirem de mim, e por assim não sei se consegui expressar tudo o que eu queria a respeito da leitura a não ser dizer que Ameiiiii Lua vermelha.

Quem gosta de histórias sobrenaturais e de preferência, trazendo os lobisomens em foco, deve conhecer Lua Vermelha de Benjamin Percy.


Qual minha nota para o livro:



Título: Lua Vermelha
Autor: Benjamin Percy
Editora: Arqueiro

Sinopse: Eles vivem entre nós. São os seus vizinhos, a sua mãe, o seu namorado. Eles mudam do dia para a noite. Como toda adolescente, Claire Forrester se acha meio deslocada. Quando agentes do governo invadem sua casa e matam seus pais, ela percebe o quanto é diferente. Claire pode se transformar em uma criatura semelhante a um lobo. Ela é uma licana. Patrick Gamble entra em um avião e, horas depois, desembarca como o único sobrevivente de um ataque terrorista promovido pelos licanos. Da noite para o dia, ele vira um herói nacional: o Menino-Milagre. O governador Chase Williams jura que, se for eleito presidente, protegerá o país da ameaça que aterroriza a população. Em meio ao acirramento dos conflitos entre humanos e licanos, seu discurso intensifica a discriminação. No entanto, ele vai se tornar exatamente aquilo que prometeu destruir. Cada um a seu modo, os três estão envolvidos em uma guerra que tem sido controlada com leis, violência e drogas. Mas uma rebelião está prestes a estourar, provocando mortes e destruição e entrelaçando seus destinos para sempre. Com a chegada da noite da lua vermelha, o mundo se tornará irreconhecível. A batalha pela sobrevivência da humanidade irá começar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.