quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Resenha: Quando eu Era Joe


Como é possível viver mentindo sobre todas as coisas?

  Quando eu era Joe, é mais um dos lançamentos de Janeiro da Editora Novo Conceito, escrito por Keren David.
  A autora, Keren David flerta com o jornalismo desde os 18 anos. Já atuou como repórter, correspondente na editoria de política e editora. Trabalhou no The Independent, mas também foi articulista para outros jornais de porte nacional. Quando se mudou para Amsterdã, foi editora-chefe de uma agência de fotojornalismo, e, após oito anos na Holanda, voltou à Inglaterra decidida a escrever um livro. Matriculou-se em um curso de Escrita para Crianças na City University, onde foi orientada de Amanda Swift e onde, ao fazer um exercício de plano de enredo, deu início ao seu primeiro livro: QUANDO EU ERA JOE.
  A Novo Conceito manteve o mesmo padrão de capa/fonte do original, com alguns pequenos detalhes diferentes, como as gotas de sangue e aquele flah de alguma coisa em movimento abaixo do nome Joe, é mais visível na capa brasileira.
  Falando de capa, já começo minha opinião falando a respeito do material gráfico e da diagramação do livro. Como já citei acima a capa segue a original com uns pequenos detalhes diferentes. A capa é fosca, e os pingos de sangue são envernizados e em alto relevo, o que eu particularmente amo nas capas, fico que nem uma bobona passando a mão nos detalhes em auto relevo. Adorei a fonte escolhida para o título e as outras informações tando da capa contra da contra capa. A diagramação interna está bem caprichadinha, tendo com diferencial, alguns pequenos detalhes que deixam mais bonito o conjunto todo. A fonte é times tamanho 12, há uma boa separação da fonte o que facilita a leitura, juntamente com as folhas pólen que permite uma leitura menos cansativa. Os capítulos são separados, e sua fonte é a mesma da capa, como também o nome do livro acima leva a mesma fonte. Continuando falando dos capítulos, elas são intitulados de "Capitulo 1" e por assim nos próximos, e cada um leva um subtitulo diferente abaixo. Têm subtítulos levam uma pitada de diversão como: Ave - Maria e Peixe com batatas fritas. Ao total, o livro conta com 31.
  Pensava que Joe, era um livro único, mas se não estiver enganada ele é uma trilogia. Sim pessoal eu sou bem desligada, sempre que vejo lançamentos inspeciono os detalhes de capa e leio algumas sinopses nem todos, e só depois que termino a leitura é que procuro saber se é ou não livro único. E como sempre faço isso, acabo me surpreendendo quando descubro que o livro que pensei, e no decorrer da leitura tinha certeza que seria único e sim trilogia.
  E eu só vi que tava escrita abaixo do nome da autora, agora/ pontos pra minha patetice. Na capa diz série, mas minha pesquisa mostrou trilogia, estou perdida agora... 
  Por mais que tenha pensado de inicio seria apenas um livro, ao decorrer do final da leitura, minha opinião já estava oscilando, pois eu queria mais de Joe, eu sabia que poderia ter mais de Joe, mas só fiquei sabendo quando pesquisei, um pouco sobre o livro. Outro fator é que eu pensei que Keren David era um escritor e não escritora O_O sim sim tudo que pensei a respeito do livro estava enganada. Ahhhhh e mais uma coisa, o que pensei da história também acabou por se reverter. Joe acabou fazendo parte de um livro em que eu não tinha muitas esperanças para Uouuuuooooou que livro mara! (2014. Pg.31) "Quando corro, não importa se sou Joe ou Ty."
  Parei tudo e me rendi a Joe. Resultado uma mega cara de insônia, e um corpitcho que não aguenta fica em pé de tanto sono. Virei a noite lendo Quando eu era Joe, não consegui parar de ler, queria saber o que aconteceria no próximo e próximo capitulo O_O E sinceramente de começo pensei não dar NADA pelo livro e mordi feio a língua.
  Bom sei mais divagações a respeito de se é ou não uma série, vamos a minha opinião sobre o livro né. Quando eu era Joe, vai contar a história de Ty, garoto que acaba assistindo a um crime, do qual ele acaba se tornando uma testemunha valiosa. Ty pensava que estava ajudando a policia, mas acaba por estar enganado o que leva ele e sua mãe serem acompanhados diariamente pela proteção de testemunhas que também encarrega para mudanças em sua vida, da qual ele não pode ser mais Ty, e sim Joe. Mudanças é o que resumida a vida de Ty, sempre se escondendo, mentindo e tendo não apenas duas identidades, mas várias.
  Mas nem tudo é um mar de rosas além de ter que se acostumar com as mudanças de sua vida, mas com suas novas personalidades, Joe/Ty tem que se afastar e não ter proximidade/amizade com ninguém, para que não haja ligações para os bandidos que Joe têm fugido. 
  A narração está em primeira pessoa, sendo ela contada por Ty/Joe. A Narração, trama e descrição dos personagens está bem elaborada, a autora não deixa furos e consegue manter o suspense e mistério sem esquecer que sua narrativa prende o leitor do começo ao final do livro. A autora não deixa furos, e consegue nos deixar unidos a história de Joe. A narrativa contava através dos seus olhos é instigante, há reviravoltas que te surpreende como personagens marcantes e eventos que te deixam cada vez mais ligados.
  Depois de ler um dos lançamentos de Janeiro da Novo Conceito e acabar me decepcionando com a história, acabo por me surpreender muito com Joe. O livro foi/fluiu muito bem no quesito mistérios e suspenses do qual eu gosto e sou tentada. (2014. Pg.201)"Não sei se minha vida,acordado ou dormindo, algum dia voltará ao normal."
  Antes de finalizar minha opinião a respeito de Quando eu era Joe, preciso dividir com vocês a música que acabei escutando enquanto lia. A música foi Behind Those Eyes, da banda Three doors down, da qual eu adoro. A música acabou se encaixando com o personagem Ty/Joe sem querer, o que deixou a leitura para mim, mais prazerosa ainda.
  Ao final do livro a editora, nos presenteia com o primeiro capitulo do segundo livro que se chama "Quase Verdade", eu não li porque minha ânsia ia ficar maior ainda, o negocio é cruzar os dedinhos e esperar que a NC, lance ele logo!



Título: Quando Eu Era Joe
Joe - Livro 01
Autor: Keren David

Sinopse: Imagine o que é perder, em uma única noite, sua casa, seus amigos, Como é possível viver mentindo sobre todas as coisas? Sua escola e até mesmo o seu nome. Aos 14 anos, Ty presencia um crime bárbaro num parque de Londres. A partir desse momento, tudo muda para ele: a polícia o inclui no programa de proteção à testemunha, e Ty é obrigado a assumir uma vida diferente, em outra cidade. O menino ingênuo, tímido, que costumava ser a sombra do amigo Arron, matricula-se na nova escola como Joe... E Joe não poderia ser mais diferente de Ty: faz sucesso com as meninas, torna-se um corredor famoso... Joe é tão popular que acaba incomodando os encrenqueiros da escola. Ser Joe é bem melhor do que ser Ty. Mas, logo agora, quando ele finalmente parece ter se encaixado no mundo, os atentados e ameaças de morte contra sua família o obrigam a viver no anonimato, em fuga constante e sob a pressão de prestar depoimentos sobre uma noite que ele gostaria de esquecer. Um livro – de tirar o fôlego! – sobre coragem e sobre o peso das consequências do que fazemos.

AVALIAÇÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.