terça-feira, 29 de abril de 2014

Resenha: As Violetas de Março


Qualquer pessoa que já tenha perdido um amor vai se encantar com este livro.

O livro Violetas de Março de Sarah Jio, aqui no Brasil publicado pela Editora Novo Conceito, trás para nós leitores uma encantadora estória de amor, que consegue envolver a todos os gostos. Sarah Jio é jornalista e escreve para revistas como SELF, Real Simple, Cooking Light e O, The Oprah Magazine, entre outras. Nos últimos anos mantém um blog na “;Glamour.com”; sobre saúde e bem-estar. Vive em Seattle com o marido, seus três filhos e um golden retriever. As Violetas de Março é o seu primeiro romance e foi considerado o melhor livro do ano (2011) pelo Library Journal.
  Violetas de Março é um dos livros, não só mais esperado, mas desejado dos lançamentos da editora no mês. (Me perdoem, mas não estou lembrada do mês em que ele foi lançado). Mas preciso confessar a vocês que não só era desejado, mas minha
  E o que falar tanto da escolha da capa, quanto da diagramação interna. Que capa mais linda essa de Violetas de Março, não só a capa na frente quanto atrás. Na capa da frente encontramos um livro/diário fechado com um lindo ramo de Violeta, já atrás nos deparamos com ele aberto. A diferença é que aqui só a capa na frente foi toda invernada. As orelhas do livro são rocinhas e pequenas, a diagramação interna está impecável, as folhas são amarelinhas e sempre abaixo estão a ilustrações de pequenas flores (representando as violetas?), a fonte lembra Ariel, não tenho certeza se é este o nome da fonte, seu tamanho é doze, e a diagramação no texto muda quando a protagonista está lendo o diário. Os capitulos são separados, e a abertura deles está sempre acompanhada de um lindo separador de flores e ramos que fica abaixo do nome do capitulo que aqui é chamado de Capítulo 15, contando ao total com 20. 
  E o livro já começa com uma citação de Antônio Carlos Jobim (2013, Pg.7) “São as águas de março fechando o verão/É a promessa de vida no teu coração”. Agora leitores me digam se não é maravilhoso ver uma citação ou referencia do nosso País.
  E o que falar sobre essa história, emociante? Tenho medo de não conseguir falar tudo sobre que eu senti no decorrer da leitura. Jio me conquistou do começo ao fim em As Violetas de março, sua narrativa fácil e rica são um dos pontos positivos do livro, seus personagens são bem construídos/elaborados, 
  O livro trás a estória de Emily Taylor, uma escritora já conhecida e de sucesso de Nova York, que entra em um hiato na sua carreia, sem vontade de continuar a escrever. Tudo muda quando seu marido a deixa para ficar com outra, isso faz com que o seu mundo desmorone e para tentar reorganizar as peças de sua vida parte para uma viajem. Então segue a citação para dar inicio, a minha opinião do livro: (2013, Pg.171) “Como ela conhecia Esther? Como o diário foi parar ali, no quarto de hóspedes de Bee? E por que Evelyn acreditava que aquelas páginas foram feitas para ser encontradas? – para serem encontradas por mim?” 
  O texto é caracterizado, por uma linguagem jovial, que conquistas não só este publico, mas todos os gêneros e gostos literários. Não têm como você não gostar.
  Por mais que sua narrativa tenha me agradado, já no começo, fiquei com uma pulguinha atrás na orelha pensando que a estória acabaria em um clichê básico, mas para minha surpresa a autora conseguiu aqui se superar mais uma vez. Tanto a estória da protagonista Emily, quanto a estória que se passam no diário que a mesma encontra, são simplesmente sensacionais, deixando-me tão envolvida que me sentia como se fosse a própria Emily. E outro ponto a respeito que não posso deixar de falar, é que quando Emily lia o diário minha curiosidade ficou grande a respeito dele, a ponto de ao terminar o livro,queria descobrir/ler o mesmo diário. Já de inicio me apeguei a história, como vocês podem conferir na seguinte citação (2013, Pg.12) “A comovente história contada em suas páginas, de amor, perda e aceitação, de paixões secretas e do peso dos pensamentos privados, mudou para sempre a maneira como eu via minha própria escrita. (...) Joel nunca a havia lido, e eu estava feliz com isso. Era muito íntima para compartilhar. Para mim, era como as páginas de meu diário jamais escrito” ou então mais a frente (2013, Pg.150) “E então, de repente, braços me envolveram. Não vacilei ou me afastei; eu conhecia seu toque, conhecia o cheiro de sua pele, o padrão de sua respiração – eu conhecia tudo de cor.”
  Para finalizar, quero deixar mais claro ainda o meu amor pela leitura, só para caso de dúvida não é. (risos) As Violetas de Março se tornou um dos meus livros favoritos, tanto da editora como juntamente com outros da minha lista de favoritos. Se você ainda não leu o livro de Jio, faça o favor de abrir as portas para uma leitura, gostosinha, emocionante que ira não só prender você a leitura mas te conquistar e fazer suspirar a cada nova folha virada.

Título: As Violetas de Março. Qualquer pessoa que já tenha perdido um amor vai se encantar com este livro.
Autora: Sarah Jio

Sinopse: Emily Taylor é uma mulher jovem e escritora de sucesso, mas não gosta muito de seu próprio livro. Também tem um casamento que parece ideal, no entanto ele acabará em divórcio.Sentindo que sua vida perdeu o propósito, Emily decide fazer as malas e passar um tempo em Bainbridge — a ilha onde morou quando menina — para tentar se reorganizar.

Enquanto busca esquecer o ex-marido e, ao mesmo tempo, arrumar material para um novo — e mais verdadeiro — livro, um antigo colega de escola e o namorado proibido da adolescência tornam-se seus companheiros frequentes. Entretanto, o melhor parceiro de Emily será um diário da década de 1940, encontrado no fundo de uma gaveta.

Com o diário em mãos, Emily sentirá o estranhamento e a comoção causados pela leitura de uma biografia misteriosa que envolve antigos habitantes da ilha e que tem muito a ver com sua própria história. Assim como as violetas que desabrocham fora de estação para mostrar que tudo é possível, a vida de Emily Taylor poderá tomar um rumo improvável e cheio de possibilidades.

AVALIAÇÃO

4 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Angélica! Estou ansiosa para ler As Violetas de Março! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada ;) Quero ler sua opinião quando terminar a leitura e tiver feito a sua resenha ;)
      Abraços ;*

      Excluir
  2. Esse está nas minhas próximas leituras, parece ser ótimo!
    A capa é linda também *-*
    Bjus
    http://leiturasdokokoro2.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida ;)
      Também adoro essa capa. Eu curti muito a história e escrita da Jio. E estou curiosa pra ler sua opinião dele ;)

      Abraços ;*

      Excluir


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.