segunda-feira, 14 de julho de 2014

Segunda da Poesia#56


Monstro

Eu posso ver que o monstro voltou
Está em seus olhos
Mutilador de mentes
Mutilador, mutilador
O monstro.

Sanguinário por corações
Só para sentir o gosto
Arrancar seu coração
Mutilar sua mente.

Monstro possuído
Matando mentes de inocentes
Delinquentes dementes
Caídos aos pedaços.

Quero deixar uma cicatriz
Em sua mente
Para sempre
Até o brilho dos seus olhos acabar.

2 comentários:

  1. Linda a poesia!!

    Obs: estou adorando a coluna lq fazia tanto tempo q n lia poesia e agora posso aproveitar aqui..
    Bjs

    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei sem poesias, mas vou pedir para meu primo mais. Fiquei feliz que tenha curtido elas. Bju bju ;*

      Excluir


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.