quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Crítica sobre: A Evolução de Calpúrnia Tate {Livro}

"Um dia eu teria todos os livros do mundo, prateleiras e mais prateleiras deles. Viveria em um torre de livros. Leria o dia todo e comeria pêssegos. E, se algum jovem cavaleiro de armadura ousasse gritar em seu cavalo branco, me pedindo que soltasse o cabelo, eu o bombardearia com caroços de pêssego até que fosse para casa."

Jacqueline Kelly nasceu na Nova Zelândia e se mudou com seus pais para o Canadá ocidental em uma idade precoce. Ela cresceu nas florestas densas da ilha de Vancouver, então você pode imaginar o choque, alguns anos mais tarde, quando sua família mudou-se para o deserto de El Paso, Texas. Ela frequentou universidade em El Paso e escola de medicina em Galveston (carinhosamente conhecido como "Galvatraz" entre os presos). Ela exerceu a medicina por muitos anos e, em seguida, estudou na Universidade de Texas School of Law. Ela exerceu a advocacia por mais alguns anos antes de perceber que o que seria realmente fazê-la feliz é escrever ficção. Seu primeiro conto publicado apareceu em 2001, no Mississippi avaliação (uma de suas mais orgulhosas realizações). Seu romance de estréia, The Evolution of Calpúrnia Tate, foi lançado por Henry Holt em 12 de maio de 2009 (outra de suas realizações mais orgulhosas).

Fiquei simplesmente de boca aberta quando o livro chegou. Se já tinha amado ele, quando eu o vi online, imaginem quando eu o peguei em mãos, e nossa gente ele, é lindo e muito bem trabalhado, que fica difícil colocar aqui o quando a editora caprichou na editora. Sem sombra de dúvidas A Evolução de Calpúrnia Tate entrou na lista de um dos livros da minha estante com a capa mais bela.
E a diagramação interna esta tão bela quanto o trabalho interno. Ah fontes diferenciadas, não sei o nome delas, mas a da narrativa é times, tamanho o que me parece 13/14 e com separação de texto. Ao total são vinte e oito capítulos, sendo eles separados. Pra terminar de descrever o material do livros, preciso ressaltar que não tem como por ele em palavras, a não ser dizer belamente caprichado. A Editora única a cada lançamento seu, vem me surpreendendo bastante não só no capricho das edições, mas nas boas escolhas de títulos que ela vêm trazendo.

Calpúrnia Tate é a única menina que constitui com seus sete irmãos. Tate é a irmã do meio, com três mais irmãos mais velhos e três mais novos. Além de Tate ficamos conhecendo seu avô, um veterano de guerra, que graças a sua boa opinião empreendedora, conseguiu deixar sua família com uma boa condição de vida, e assim sem preocupar-se, com a família, ele passa a dedicar a sua verdadeira paixão que é a ciência da natureza.
É Calpúrnia Tate, que vai narrar a história. Ficamos a par de sua opinião inicial de um avô, mal humorado/ranzinza, que não demostra amor a família. O fato de ter seis irmãos e ser a única menina entre eles, a deixa insegura, Calpúrnia Tate chega a pensar que nem seu nome seu avô Capitão Tate, não o sabe. Com o passar da leitura Tate vai descobrindo os mistérios da natureza a sua volta, que a deixa cada vez mais interessada e curiosa a respeito dos seus segredos. E é esse amor pela natura e ciência que unira avô e neta.

Sim, eu só quis ler A Evolução de Calpúrnia Tate, a princípio por causa, dessa capa apaixonante. Capas com certeza me conquistam e me deixam a fim da sua leitura.
Sabe quando a capa te conquista, a sinopse te deixa curiosa, mas você fica receosa com medo do livro não ter uma história tão boa, quanto a sua 'suposição'. Bom eu tive elas, fiquei a pensar que a história de A Evolução de Calpúrnia Tate não me conquistaria, o que foi bom. Sabem porque? Por mais que tenha caído de amor pela capa e gostado da sinopse, não iniciei a leitura com a expectativa lá no alto, fazendo com que Calpúrnia Tate, me conquistasse e até surpreende-se em muitos momentos no decorrer da leitura.
Não pense você que A Evolução de Calpúrnia Tate vai discutir ciência, pois não é disso que se trata do livro. É claro que ele vai trazer componentes científicos, mas a história, o foco é a evolução de Calpúrnia Tate, em relação a sua família e sua própria vida.

Esse é o primeiro livro que leiro da autora, Jacqueline Kelly. E como primeira leitura gostei muito da história que a autora nos presenteou, e sim queria ler outra história sua. A narrativa de Jacqueline Kelly é muito gostosinha, ela te prende e te conquista gradativamente. Não tem como não se encantar com sua história, e os ricos detalhes que completam a sua narrativa. Já em relação aos seus personagens o que falar se não, o fato de que eles estão bem construídos, descritos, o que se enxerga no decorrer da evolução de Calpúrnia Tate.

O livro fechou a história direitinho sem lacunas, sem pontos baixos, a altora sobre conduzir e amarrar todos os nós da sua narrativa, conquistando o leitor e o deixando com saudades quando termina suas últimas páginas.
Por fim o que falar sobre A Evolução de Calpúrnia Tate. Gostei muito da história, ela foi conquistando meu coração aos pouquinhos e quanto cheguei ao final, terminei-o com um suspiro de uma boa leitura realizada.
Se você como eu, ficou curioso com a sinopse, se encantou com com a capa, não deixe de conhecer a história de Calpúrnia Tate.


Qual minha nota para o livro:


Título: A Evolução de Calpúrnia Tate
Autor: Jacqueline Kelly
Editora: Única

Sinopse: Calpúrnia Virginia Tate tem 11 anos em 1899, quando pergunta o porquê de os gafanhotos amarelos em seu quintal serem tão maiores do que os verdes... Com uma pequena ajuda de seu notoriamente mal-humorado avô, um ávido naturalista, ela descobre que os gafanhotos verdes são mais fáceis de ser vistos contra a grama amarela e, por isso, são mortos antes que possam ficar maiores. Por gostar de explorar a natureza ao seu redor, Callie acaba criando um relacionamento próximo com seu avô enquanto enfrenta os desafios de viver com seis irmãos e se depara com as dificuldades de ser uma garota na virada do século. Em seu livro de estreia, Jacqueline Kelly habilmente traz Callie e sua família para a vida, capturando o crescimento de uma jovem com sensibilidade e humor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.