terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Crítica sobre: Mares de Sangue {Livro}

"O Orquídea Venenosa deslizou lentamente na bordada de bombordo. Deixou para trás o último e fraco halo do sol perdido, como se navegasse para fora de algum portal dourado e fantasmagórico, e abriu caminho sob as primeiras estrelas da noite, que iam ficando cada vez mais brilhantes no céu negro do leste." 295


Mares de Sangue é a continuação de As Mentiras de Locke Lamora, ambos livros da série Novos Vigaristas, publicado pela Editora Arqueiro. Lá fora a série se chama 'Gentleman Bastard ', e já têm três livros publicados, e pelo que vi deve vir mais uns quatros pela frente.
O autor é Scott Lynch é um escritor norte-americano de fantasia que estreou com a obra As Mentiras de Locke Lamora. Lynch é também bombeiro voluntário na sua terra natal. O primeiro volume da série Os Cavalheiros Bastardos: As Mentiras de Locke Lamora, foi lançado em português de Portugal.

Sobre o trabalho gráfico da editoral. Adorei as escolhas de cores, deste segundo exemplar, como adorei a imagem da capa, os barcos,o mar vermelho combinaram muito com o livro. Resumindo eu amei essa capa gente! A diagramação do livro segue o padrão do primeiro livro, até as lombadas estão seguindo o padrão de "As mentiras...", o que os deixa na estande mais lindos ainda.
Em relação a erros de português, não encontrei nenhuma, a editora está de parabéns pela edição e capricho da revisão textual.

A história de Mares de Sangue, continua com Jean e Locke dando continuaçãos aos fatos de "As mentiras de Lamora. Uma boa parte da narrativa, segue da mesma forma que o primeiro livro, alternando entre presente e passado.
Passando das terras em volto a Camorr, para os mares que a cercam, Scott explora em Mares de Sangue, além das águas, a corrupção e a violência. Aqui encontramos Jean E Locke, dando pratica ao seu novo golpe, este arquitetado durante dois anos, começa a se desdobrar.
Locke e Jean desembarcam na cidade Tal Verrar, conhecida pelo seu porto. A cidade de Tal Verrar, se divide em O Arcontado, O Priori e Requin poderes eles ligados a cidade e ao porto.

A temática, narrativa, e amarrações aqui estão tão bem construídas quanto o primeiro livro. O autor, continua com uma escrita muito gostosinha e fácil de ser lida. Além de continuar a desenvolver muito bem seu tema e construir muito bem seus personagens, tornando-os marcantes e carismáticos.
Eu deixei de lado o fato da história ser grande, e me deliciei com esse segundo livro, que já havia chamado minha atenção, mas não tinha me deixado apaixonada como fiquei aqui em "Mares de Sangue".

Como no primeiro livro, aqui Scott, nos envolve numa história complexa e rica. Agora estou curiosa sobre a continuação da série Nobres Vigaristas. Estou curiosa, pra saber no que o autor nos envolvera e como ele continuara a desenvolver o personagem Locke. Como na opinião do primeiro livro eu volto a ressaltar que, a história de Scott, pra quem gosta de fantasia, mistérios, aventuras, trapaças, e boas pitadas de reviravoltas Locke Lamora é uma ótima opção de leitura.

Pra quem leu minha opinião do primeiro livro, sabe o quanto me apaixonei pela narrativa de Scott, e não só isso como ele conseguiu me conquistar com sua história e personagens. Pra quem ainda não leu "As Mentiras de Locke Lamora, preciso deixar escrito que corram a procura do seu exemplar, e logo se puderem já peguem Mares de Sangue a degustem da história de Scott, e as artimanhas de Locke.


Qual minha nota para o livro:


Titulo: Mares de Sangue
Nobres Vigaristas - Livro 02
Autor: Scott Lynch
Editora: Arqueiro

Sinopse: “Lynch está na vanguarda dos escritores de fantasia que combinam detalhes minuciosos e grandiosidade épica com astúcia, imprevisibilidade e moral ambígua. Ele tem uma destreza para diálogos e uma escrita exuberante.” – Joe Abercrombie, autor de O poder da espada e Antes da forca
Após uma batalha brutal no submundo do crime, o golpista Locke Lamora e seu fiel companheiro, Jean Tannen, fogem de sua cidade natal e desembarcam na exótica Tal Verrar para se recuperar das perdas e feridas. Porém, mesmo no extremo ocidental da civilização, não conseguem descansar por muito tempo e logo estão de volta ao que fazem de melhor: roubar dos ricos e embolsar o dinheiro.
Desta vez, eles têm como alvo o maior dos prêmios, a Agulha do Pecado, a mais exclusiva casa de jogos do mundo, onde a regra de ouro é punir com a morte qualquer um que tente trapacear. É o tipo de desafio a que Locke não consegue resistir... só que o crime perfeito terá que esperar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.