sábado, 24 de janeiro de 2015

Crítica sobre: Lobo Mau {Livro}

"Reinava um silêncio sepulcral, exceto pelo toque abafado do telefone, na vizinha sala de vigilância. Os 24 homens e as cinco mulheres que estavam sentados e em pé diante de Pia não se moviam. Ninguém tossiu, pigarreou nem recuou a cadeira. No rosto do grupo, Pia leu o que ela mesmo sentia: perplexidade, consternação e horror."


Nele Neuhaus é um dos autores do crime mais lidos da Alemanha, graças a seus thrillers que caracteriza a dupla investigação de Oliver von Bodenstein e Pia Kirschoff, recentemente lançado em Inglês, como Branca de Neve tem que morrer. Um residente de longa data das montanhas Taunus, seus romances foram traduzidos para doze idiomas.

Primeiro, quero falar um pouco a respeito do trabalho gráfico da editora. Iniciando pela capa, ela ter esse lado sombrio, é um dos motivos de me deixar curiosa a respeito da história, e também me deixa com pensamentos positivos. Gosto de como a editora, trabalha as imagens, e escolhas para as capas. Também gosto dos títulos, e suas ligações com a parte gráfica. Mas a parte que mais deixa você apaixonado, querendo ter nem que seja só por ter o livro na sua estante, é o trabalho de diagramação interno. OMG o que falar a não ser belíssimo, bem elaborado? Os pingos de sangue que acompanham o tento na numeração de páginas, quanto a quando o dia muda, me agradam bastante. 

O Livro contém epilogo e prologo, e a narrativa, é contada, como se fosse em um diário, cada novo 'capítulo' (se assim posso chamar), é contado em dias, começando numa Quinta feira 10 junho de 2010 e terminando num Sábado 3 de julho de 2010. Ao total, o livro possui 496 páginas, que quando menos você perceber, você as terá devorado.
Assim que recebi o livro, comecei a ler ele, só parei pra me distrair um pouco com um drama, e logo voltei para leitura, que a cada novo capítulo me surpreendia positivamente. Esse é o segundo livro que leio da autora, o primeiro foi Branca de Neve têm que morrer, que faz parte da história dos detetives, Bodenstein & Kirchhoff.

A Narrativa, da autora, é muito boa, além de fluir muito bem, ela é bem elaborada/construída. Não têm como o leitor não se prender a cada nova folha, novo capítulo. A autora, conseguir te conquistar muito bem. E não só na narrativa, e temática, mas conforme ela vai progredindo com a história e desenvolvendo seus personagens você vai ficando mais preso a história, querendo solucionar os mistérios logo. Confesso que depois de alguns acontecimentos, eu fui ficando tão curiosa, que não consegui parar de ler, porque queria muito descobrir, como acontece, quem o fez, o porque, entre tantas outras perguntas que minha mente fazia enquanto avançava na leitura.

Ainda não sou uma leitora afinca, deste gênero, mas acreditem que, a cada novo livro que leio com essa temática, faz com que fique mais curiosa, e queira conhecer outros livros do gênero. Mas uma ressalva aqui para Nele Neuhaus, pois dentre os autores que li depois de Clive Cussler, com certeza Neuhaus, se tornou minha autora favorita.

Um dos pontos positivos da narrativa de Neuhaus, que preciso ressaltar a vocês, é como a autora mistura características dos contos de fadas a sua história de suspense policial. Gosto do fato do título, e as semelhanças dos personagens ter essa ligação com o conto, já que sou uma apaixonada pelo tema. Um ponto a ressaltar, que pode tanto ser positivo ou negativo, dependendo de quem lê, é a violência contra a mulher e com crianças, contidas na história. Não que a autora está fazendo apologia, a violência, eu compreendo que para a história que ela criou, foi necessário usar essa temática, o problema se assim posso dizer, é que as cenas são fortes, e pra quem é fraco, esse não é um ponto positivo, pois a autora descreve muito bem, as cenas de violência.

Agora comentando aqui, sobre a leitura, e o que senti, pois precisava dividir com vocês aqui também. Já comentei, pelo Instagram, Facebook. Um dos meus comentários pelas redes sociais foi "OMG tem horas, que suspiro, mas não é de amor é de terror!" O outro foi sobre, ter sonhado em que era uma das vítimas, e gente que sufoco, que medo, que pavor. Não sei vocês, mas eu sonho com muita facilidade e consigo lembrar, deles. E como sou sensível, em temas fortes, ai sim que sonho (na verdade tenho pesadelo) com mais facilidade ainda. E foi assim depois de uma noite de insônia, peguei e continuei a leitura, e quando o sono veio, os pesadelos vieram juntos. Isso significa que a leitura foi boa, mesmo tendo esses momentos repugnantes pra mim ela foi muito boa.

Em resumo, Lobo Mau, me agradou muito mais que Branca de Neve têm que Morrer. Não que o livro tenha sido ruim, mas comparando com essa história, eu não tenho dúvidas em dizer que pra mim ela foi 100% melhor. Eu adorei esse livro, e estou curiosa, pra saber como será a próxima história e como a autora continuara, nos inserindo a essas 'aventuras', (como eu chamo) dos detetives Bodenstein & Kirchhoff.

Por final, quem gosta de suspense policial, com uma trama muito bem desenvolvida, você precisa conhecer Lobo Mau e Branca de Neve têm que Morrer. Acredito que para os apaixonados pelo tema, não se arrependeram de desfrutar da narrativa de Neuhaus.


Qual minha nota para o livro:


Título: Lobo Mau
Autor: Nele Neuhaus
Editora: Jangada

Sinopse: Uma adolescente é encontrada morta no rio Meno, nos arredores de Frankfurt. Sua identidade é um mistério. Aparentemente, ela é a terceira vítima de uma festinha regada a álcool que terminou tragicamente, mas a polícia descobre que a água nos pulmões da garota não é do rio, e que seu cadáver mutilado está ali há dias. Pia Kirchhoff e Oliver von Bodenstein, os detetives do best-seller Branca de Neve Tem que Morrer, agora trabalham para descobrir quem aprisionou, estuprou e brutalizou a jovem. Enquanto isso, mais crimes acontecem: a apresentadora de um programa de TV sensacionalista é espancada, estuprada e trancada no porta-malas de seu próprio carro e uma psiquiatra sofre uma morte terrível. A ligação entre os crimes é uma rede de violência e corrupção que atinge a elite da sociedade alemã e o próprio departamento de Pia. Mas talvez seja tarde demais para ela e Oliver descobrirem quem é o lobo mau.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.