quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Crítica sobre: Mar de Tranquilidade {Livro}

Quando tudo está quebrado ....
E nos cacos eles encontraram a paz!

"Pessoas que nunca passaram por merda nenhuma sempre acham que sabem como você deve reagir ao fato de sua vida ter sido destruída. E aquelas que passaram por situações complicadas acreditam que você deveria lidar com as dificuldades do mesmo jeito que elas. Como se existisse um roteiro preestabelecido para sobreviver ao inferno."


Katja graduou-se com honra em produção de televisão na universidade de Nova York, na escola de artes e trabalhou como produtora de TV, e como professora de estudo de filmes e roteiros. Seu romance de estreia foi vencedor de diversos prêmios e nomeado o melhor livro de 2013 pelo School Library Journal. Ela vive atualmente na Florida com sua família.

A capa do livro, é chamativa, e linda. Gosto quando elementos se misturando formando algo novo, como aqui um pode te sorvete que forma a silhueta de dois rostos. A capa é fosca, com exceção do sorvete que é envernizada, as orelhas são brancas, e a parte interna, traz folhas pólen, fonte times, tamanho doze. . O Livro é dividido em capítulos, totalizando em 58, sendo hora narrados por Nastya, e outra por Josh. Além da narração pelos protagonista, ainda temos alguns momentos de narração por, Emília.

Assim que terminei a leitura, não sabia como ressaltar os pontos a respeito dela. Demorei pra escrever essas pequenas considerações, fiquei a remoê-las por um bom tempo, mas ainda não cheguei a conclusão que queria. Falar que foi um livro, ótimo, que amei a narração da autora, e que a história conquistou meu coração seria clichê, mas não acho outra palavra para expressar o que senti a não ser os clichês básicos.

Mar de tranquilidade, vai nos apresentar, a dois adolescentes, destruídos por dentro. Nastya e Josh, não são nadas comuns, enquanto ela uma garota linda e brilhante de 17 anos de idade, mas que se esconde atrás de maquiagem pesada, e roupas extravagantes (se assim pode chamar a pouca roupa que ela usa). Nastya possuía grandes sonhos, o que não existe mais em sua vida, culpa de um ato de violência. Já Josh, é um garoto, queto, sozinho e que carrega um grande peso. Apesar disse ele é um garoto incrível, que tem como paixão construir coisas. Ambos Nastya e Josh, são cercados por um mundo de dor, morte e isolamento imposto por eles mesmos, para tentar sobreviver, a vida.

A narrativa da autora, é muito gostosinha de ler. A forma como ela, vai desenvolvendo os personagens, a trama, prende o leitor, como também encanta. Sim eu fiquei encantada com seu texto. Gostei muito da narrativa, dos personagens, do todo. Definitivamente Katja Millay, me conquistou com esse livro.
Gostei de como a autora construiu e foi desenvolvendo os personagens principais Nastya, e Josh. Gosto das características de cada um também.

Sobre o romance é importante ressaltar dois pontos. A história de Mar de tranquilidade, não traz um casal, que se encontram, se apaixonam, passam por dificuldades e logo ficam juntos. Pelo contraria, a história aproxima duas pessoas, destruídas psicologicamente, desacreditadas da vida, e que não estão a procura de namoro, e sim de tentar viver com seus problemas. Ai a união, e a forma com que os dois vão construindo seus laços, me encanta, pois eles se apóiam sem forçar o lado de ninguém. A relação deles flui como a água.
Outro ponto a ressaltar, é que apesar de ter seus pontos fracos, Nastya não é totalmente frágil, não é coitadinha, ela consegue ser muito dura e lidar bem com as situações, o mesmo com Josh.

Sabe quando uma história de amor te surpreende? Pra mim é quando tudo que esperei que aconteceria, não acontece. É quando o escritor consegue sair do clichê e criar um romance único. É quando apesar, das escolhas, você torce para que o casal fique bem no final, mesmo que não seja um mar de rosas. Em fim Mar de Tranquilidade, foi um romance que me surpreendeu do começo ao fim. Foi uma história, marcante, e de me deixar dias, com aquele gostinho de quero mais, quero lê-lo novamente.


Qual minha nota para o livro:



Título: Mar de Tranquilidade
Autor: Katja Millay
Editora: Arqueiro
Páginas: 367

Sinopse: Nastya Kashnikov foi privada daquilo que mais amava e perdeu sua voz e a própria identidade. Agora, dois anos e meio depois, ela se muda para outra cidade, determinada a manter seu passado em segredo e a não deixar ninguém se aproximar. Mas seus planos vão por água abaixo quando encontra um garoto que parece tão antissocial quanto ela. É como se Josh Bennett tivesse um campo de força ao seu redor. Ninguém se aproxima dele, e isso faz com que Nastya fique intrigada, inexplicavelmente atraída por ele.
A história de Josh não é segredo para ninguém. Todas as pessoas que ele amou foram arrancadas prematuramente de sua vida. Agora, aos 17 anos, não restou ninguém. Quando o seu nome é sinônimo de morte, é natural que todos o deixem em paz. Todos menos seu melhor amigo e Nastya, que aos poucos vai se introduzindo em todos os aspectos de sua vida.
À medida que a inegável atração entre os dois fica mais forte, Josh começa a questionar se algum dia descobrirá os segredos que Nastya esconde – ou se é isso mesmo que ele quer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.