sexta-feira, 15 de maio de 2015

Resenha: She’s so Lovable {Dorama}


Título: She’s so Lovable
Emissora: SBS
Capítulos: 16
Gênero: Drama, Romance
Dirigido por: Park Hyung Ki

Elenco: Krystal Jung  - Yoon Se-Na
Rain  - Lee Hyun-Wook
Alex  - Bae Sung-Jin
Baek Seung-Do  - Kim Do-Hyuk
Baek Seung-Heon  - Roy
Cha Ye Ryun Shin Hae-Yoon
Choi Hyo-Eun  - Mi-Sung
Dani  - Lee Min-Ah
G.I.  - Bum-Seok
Hoya  - Kang Rae-Heon
Na Hae Ryung  - Yoo Ra-Eum
Jimin - Gyeong-Bae
L  - Shi-Woo
Lee Shi-A - Yoon So-Eun
Kim Ki Bang - Yoo Sang-Bong
Park Young Kyu - Lee Jong-Ho

Sinopse: Hyun-Wook é o presidente de uma agência de talentos, compositor e produtor. Ele perdeu sua namorada em um acidente. A irmã de sua ex-namorada, Se-Na, se muda para Seul a fim de seguir uma carreira de compositora. Ela encontra Hyun-Wook que a ajuda, e eles se apaixonam.

** Pode conter alguns Spoilers

Conheci o dorama, no programa Running Man, do qual quero trazer aqui nos meus rascunhos. O elenco que participou do programa me divertiu muito, e esse foi o motivo de querer assistir a novela.
Quando procurei a sinopse, de She’s so Lovable fiquei com mais vontade ainda de assisti, e não resisti e logo comecei a olhar. Já no primeiro episódio, a história havia me deixado, curiosa, e me emocionou com aquele comecinho, e ai então foi episódio atras de episódio. Mas no decorrer da trama, no desenvolvimento da mesmo, minha empolgação inicial havia diminuído um pouco.

Sobre os personagens, gostei tanto dos principais quanto secundários. Mas preciso confessar que em alguns momentos, os secundários acabaram chamando mais minha atenção que os principais, que dentre eles estão: Yoon Se-Na é uma garota, simples, que esta passando por apuros em Seul, a procura do seu sonho de ser compositora. Ela é meiga, inteligente e confiável, enquanto Lee Hyun-Wook, compositor de sucesso vive isolado, com a culpa da morte de sua ex namorada, ele também como Kristal, está envolvido no meio musical, como também é um cara confiável, e sem dúvidas apaixonante. Shiwoo é, membro do idol group “Infinite Power”, sendo ele o visual do grupo. Shiwoo a principio passa uma imagem arrogante com um coração frio, e logo depois mostra que na realidade é parece ser carismático e confiante Enquanto Raehyun, líder do Infinite é um garoto, sem outra palavra para especificar se não for 'insuportável'


Senti algumas falhas no decorrer do roteiro, e acredito que isso fez com que aqueça empolgação fosse diminuindo.
A história, poderia ter sido melhor, a trama tinha tudo para ter sido mais romântica. Apesar do drama existente, que precisava estar ali, senti falta do desenvolvimento relacional dos personagens.
Um outro ponto a ressaltar, é o quase triangulo amoroso, da história, digo isso porque por mais que existisse, pra mim ele precisava desenrolar, até o ponto de aquecer nossos corações, e nos deixar com suspiros, hora torcendo por um hora por outro, que é o que eu gosto quando há um triangulo, é você sentir a mesma indecisão do personagem, e não foi o que eu senti aqui.


O roteiro, teve alguns clichês básico também. Já no primeiro episódio do drama, ficou óbvio que Hyun Wook ia se apaixonar pela Se Na. Assim que ele recebe a ligação dela, e logo ele começa a ronda-la para cuidar, e esta sempre por perto pra ajudar, e consequentemente passando mais tempo junto, fora a ligação que Se Na tem com sua ex namorada, tem como não ficar claro que algo iria acontecer entre esses dois. Já com Shiwoo as coisas foram acontecendo de forma que me pareceu mais natural, por mais que Se Na não desse nem um tiquinho de demostração que poderia haver algo mais, eu fiquei a pensar como seria se os dois ficassem juntos, já que no decorrer da história ela e Wook, foram enfraquecendo. E sim novamente eu preciso dizer que o romance, e o triangulo deveria ter sido mais explorado.

Tirando os poréns que ressaltei, a história conseguiu me prender, isso por conta de Wook, que foi me conquistando, aos pouquinhos, me fazendo torcer por ele. Como torci para ele se reerguesse, como desejei que ele voltasse a compor também. Mas ai veio o final, e me deixou triste, não foi como eu pensei, a história parecia dar um rumo, e na realidade foi outro. Enfim achei o final desanimante. Sabe a sensação de que a história não teve um fim, e que eles esqueceram de continuar, foi isso que senti.

A atuação foi muito boa. não reclamo disso, amei ver o L atuando, e me apaixonei pelo Rain, e Alex hummm adorei esse rapaz, já Kristal, foi menos do que pensei que seria, pois vi The Heirs com ela e pensava que aqui como protagonista ela seria muito melhor.


P.S: As fotos e as gifs, da postagens foram todas pegas do google. Se tiver algum problema com alguma delas, envie-me um e-mail para que eu possa colocar os devidos créditos.

AVALIAÇÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.