segunda-feira, 27 de julho de 2015

Crítica sobre: Olhar Mortal {Livro}


Eu não desejaria nunca cair nesse olhar, mas e você?


Hoje, trago a vocês, alguns pontos sobre a leitura de "Olhar Mortal". Livro do autor Fergus McNeill, que faz parte da série do Inspetor Harland. Olhar Mortal, é o primeiro livro da série e nele ficamos a par da história de Robert Naymith, um homem meticuloso, rígido e calculista. Um homem sem suspeitas, pois matem uma vida confortável, com um bom trabalho, uma linda namorada, motivos que o excluem de ser suspeito dos crimes ocorridos. Em contra ponto também ficamos a par da história do Detetive Harland, um homem que vive de luto, após a morte de sua mulher. Ele se torna uma pessoa rancorosa, mantendo uma raiva interna que precisa contornar para resolver os casos em que trabalha, inclusive do assassino em série, que envolve um jogo em que as vítimas são as peças.

Fazia um tempo que havia recebido ele para resenha, mas como romances policiais ainda não são meu forte eu fui deixando pra mais depois, é pra mais depois e no fim acabei demorando para ler. Antes de continuar a expor menus pontos em relação a história, gostaria de dividir com vocês u. Pouco do meu gosto é do porque dizer que romance policial não é o meu forte. Eu gosto,e quando o leio fico presa a história, mas isso depende do autor tem autores que não conseguem me deixar envolvida. Mas o motivo principal, é de que ainda prefiro uma boa história policial nas telas, do que nos livros, é porque? Digamos que tenho estômago fraco para certas descrições e pontos que na maioria dos livros que li são ressaltadas nessa história. Não sei vocês, mas pra mim a sensação de ler a descrição de uma morte é inúmeras vezes pior do que assisti-las, e isso faz com que se torne um ponto negativo para milhas leituras com esses gênero.

E agora que desabafei, vamos encerrar esta opinião. Olhar Mortal, foi um dos livros policiais que entraram para minha lista de gostei muito, e quero reler. Freguês, conseguiu me envolver em sua narrativa, prendeu me do começo ao fim, me deixando curiosa, ansiosa, para saber qual o próximo passo da inestimável policial, qual o próximo passo do assassino, o que vai acontecer em seguida. Ahhh fui completamente envolvida!

A construção elaborada da história e dos personagens nos leva a pensar, "este livro poderia ser um filme, gostaria de vê-lo nas telonas". Bom foi esta a sensação que tive conformo avançava na leitura. Porém este ainda não foi aquele ponto essencial, para me prender a história, o que me prendeu foi a forma elaborada como o autor conduziu os crimes do serial, como meticulosamente ele tratou cada vítima, e como foi desenvolvendo a sua personalidade, este ponto sim foi o que me deixou fisgada a história, que acabou me conquistando.

Por fim , se você é um apaixonado por livros policiais, então prepare-se para este livro, pois McNeill, vai te conquistar e prende-lo a sua história. Não tenha receio, não tenha medo conheça Olhar Mortal, e fique você curioso pelos próximos passos de Naymith e Harland.

Qual minha nota para o livro:


Autores: Fergus McNeill
ISBN: 9788504018868 
Páginas: 328 
Edição: 1 
Ano de edição: 2014
Catálogo: Interesse geral - Ficção 

Sinopse: Nunca cruze olhares com Robert Naysmith. Por trás de um sorriso simpático e um terno bem cortado, há um predador examinando cada detalhe, estudando a rotina de sua presa, descobrindo o melhor momento para atacar. Um homem meticuloso, que segue regras rígidas para cometer seus assassinatos. Um homem acima de suspeitas, com um bom trabalho, uma linda namorada, uma vida confortável. 

Do outro lado do tabuleiro está o detetive Harland, um policial em luto pela morte de sua esposa, com uma raiva interna que se choca diretamente com a frieza e indiferença de seu adversário. Enquanto contorna a burocracia de seu trabalho, ele precisa seguir pistas que ligam uma vítima à outra, e que podem determinar se a próxima irá sobreviver ou não. 

Olhar Mortal é um inovador suspense de serial killer, que abandona as convenções do gênero para criar novas regras, regras que transformam cada assassinato num jogo, e onde as vítimas são apenas peças a serem movimentadas. É uma obra deliciosa, brilhante estreia de Fergus McNeill, um novo autor que respeita a inteligência do leitor e surpreende aficionados porthrillers.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.