segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Crítica: Lola e o Garoto da Casa ao Lado

“Valorizam demais o que é perfeito. Perfeição é um tédio.”

“Sei que você não é perfeita, mas são as imperfeições de uma pessoa que a tornam perfeita para alguém.”

"Eu não acredito em moda. Eu acredito em traje. A vida é muito curta para ser a mesma pessoa todos os dias."



Essa é uma das leituras que realizei a um bom tempo atrás, porém não havia passado por aqui para deixar minha opinião do que achei do livro. Sim esse e mais uns quantos livros que li estão na minha listinha pessoal de 'logo irei publicar minhas opiniões', mas deixando de lado a explicação da minha demora, vamos ao que eu achei do livro.

Quando a editora publicou o livro "O beijo Francês", eu fiquei entusiasmada para ler, pois a sinopse e todos os comentários que li me deixaram curiosa e com muita vontade de ler, então depois de um tempo eu consegui comprar o exemplar, MAS como eu sou uma garota esquisita/maluca vocês acreditam que até agora eu não o li ainda O_O sim eu não o li, porém já estou criando vergonha na cara e colocando ele nos livros de 'urgente preciso ler'.

Então como vocês podem ter percebido eu não li na ordem e acredito que isso não faça diferença, mas sei que a autora publicou três livros: Ana e o Beijo Francês, Lola e o garoto da casa ao Isla e o final feliz, sendo os dois primeiros publicados pela Editora Novo Conceito e o último pela Editora Intrínseca. Cada um conta a história de um casal especifico, porém esses casais acabam aparecendo na história seguinte o que te entrega que no final tudo deu certo, foi assim que descobri que o casal do 'Ana e o Beijo Francês' estavam aqui nessa história. Apesar de não gostar de ler histórias como esta fora de ordem, não foi um problema, pois como faz tempo que li 'Lola', há detalhes como o primeiro casal do livro que não me lembro muito bem, AGORA se você não gosta de saber o que aconteceu com os casais e ainda não leu essas histórias, procure seguir a ordem que estará tudo ok.

Tah ... Chega ... Agora vamos logo com o que eu achei da história afinal!

A história gira em torno da Lola, uma adolescente de dezessete anos que se veste de uma forma divertida e única, quem sabe até exagerada. Lola namora um típico Bad-Boy, bonito integrante de uma de rock, porém mantém digamos em seu sub consciente um amor antigo por seu não mais, mas agora atual amigo de infância e vizinho Cricket.

Cricket, tem uma irmã, Calliope, ela é bailarina e possuiu um ódio por Lola. Cricket, Calliope e Lola eram amigos de infância, mas algo abalou a amizade deles e com isso as coisas entre esses três mudaram totalmente.

Apesar da história possuir alguns clichês, eu não vi problema e nem me incomodei com eles, pra mim eles até passaram despercebidos isso porque a autora me conquistou com sua narrativa, e falando dela sim não posso deixar de falar da narrativa da autora, pois ela é tão gostosinha de ler que não tem como você não ressaltar a respeito dela, e não só a narrativa a forma como ela leva a história constrói seus personagens e trama, encantam e envolvem o leitor. Eu gostei muito da escrita e da história da autora que acabo me tornando suspeita para falar a respeito dela.

Sem mais delongas, Lola e o garoto da casa ao lado, foi um livro agradável, ele foi aquele livro gostosinho que você pega num final de semana para relaxar  e quando percebe já acabou o livro. Então se vocês querem uma leitura leve, tranquila e que acredito ira te conquistar leia Lola e o garoto da casa ao lado.


Qual minha nota para o livro:





Título: Lola e o garoto da casa ao lado
Autora:  Stephanie Perkins
Páginas: 288
Editora: Novo Conceito


Sinopse: A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro. Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.



Nenhum comentário:

Postar um comentário


Olá leitores.
Que bom que gostaram do Post! Quer compartilhar a sua opinião?.

↺Comentários ofensivos, que agridam a mim ou a qualquer outra pessoa ou entidade (autor, seguidor, editora) também será deletado.

↺Agradeço seu comentário! Sua opinião é de extrema importância para o blog e para mim. (Pode ter certeza que, responderei o seu comentário assim que possível.) Volte Sempre!



Importante!! Pessoal, caso encontrem links com defeitos, avisem por comentário ou pelo e-mail: angelicapinheiropereira@gmail.com, para que possamos arruma-los.